10 habilidades que os robôs não podem substituir no local de trabalho (ainda)

Apenas humanos podem lidar com algumas competências essenciais para o ambiente profissional, como inteligência emocional e criatividade

Bernard Marr
Compartilhe esta publicação:
Adobe Stock
Adobe Stock

Robôs são capazes de muita coisa – mas ainda não podem substituir competências essenciais no ambiente de trabalho

Acessibilidade


As máquinas agora podem fazer muitas coisas que consideraríamos impossíveis décadas atrás – mas existem habilidades humanas que os robôs ainda não podem substituir.

Aqui estão 10 principais delas, que você deveria focar hoje no local de trabalho, para garantir o sucesso de sua carreira agora e no futuro.

Leia mais: Conheça três habilidades que farão você se destacar na entrevista de emprego

1. Pensamento Crítico

Não há escassez de informações e dados no mundo, mas indivíduos com a capacidade de discernir quais delas são confiáveis ​​entre a ampla mistura de informações erradas serão essenciais para o sucesso de uma organização.

Em um mundo de fakes profundos, propaganda e notícias falsas, as empresas valorizam os funcionários de mente aberta, mas capazes de julgar a qualidade das informações que nos inundam todos os dias.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Quando você pensa criticamente, não está simplesmente sendo negativo – significa que você pode avaliar objetivamente as informações, descobrir se elas são confiáveis ​​e se uma organização deve ou não confiar nelas.

Por que o pensamento crítico é tão importante? O Indeed.com, buscador de busca de empregos criado nos Estados Unidos em 2004, diz:

“Um pensador crítico não apenas acumula bem as informações, mas também sabe como usá-las para deduzir fatos e resultados importantes. Ao conceituar os resultados, os pensadores críticos são melhores na resolução de problemas do que as pessoas que simplesmente memorizam informações. Por isso, os empregadores valorizam o pensamento crítico, especialmente em funções onde a preparação da estratégia é essencial.”

Leia mais: As 5 maiores tendências no ambiente de trabalho para 2022

2. Julgamento e Tomada de Decisão Complexa

As máquinas podem ser capazes de analisar dados em velocidades e profundidades desumanas – mas, em última análise, as decisões sobre o que fazer com as informações fornecidas por elas devem ser tomadas por nós.

As pessoas que têm a capacidade de interpretar e tirar informações dos dados enquanto consideram como as decisões podem afetar a comunidade – incluindo efeitos sobre a sensibilidade humana, como a moral – são membros importantes da equipe.

Esse tipo de tomada de decisão muitas vezes pode ser complexa. Mesmo que os dados suportem uma decisão, um humano precisa intervir para pensar em como essa etapa pode afetar outras áreas da empresa, incluindo seus funcionários.

3. Inteligência Emocional e Empatia

Os robôs não podem competir com os humanos que têm inteligência emocional (IE) – nossa capacidade de estar ciente, controlar e expressar nossas emoções e as emoções dos outros.

A rápida adoção da tecnologia social e móvel transformou a maneira como interagimos todos os dias, e pode-se argumentar que a atual obsessão por dispositivos digitais na verdade reduziu nossa empatia e inteligência emocional. É por isso que os funcionários com fortes habilidades de IE se destacam ainda mais.

Enquanto houver humanos no local de trabalho, essas habilidades serão valiosas, porque afetam cada interação que temos. As máquinas não podem formar conexões significativas com os seres humanos – o que torna essa uma competência que sempre será valiosa, tanto pessoal quanto profissionalmente.

Leia mais: Human skills guiarão os talentos da próxima geração

4. Criatividade

Independentemente de quantos robôs trabalhem ao nosso lado, os humanos ainda são melhores em criatividade. As empresas precisam empregar pessoas criativas que possam imaginar coisas novas e sonhar com um amanhã melhor.

Dito isso, há muitas oportunidades de usar a IA (Inteligência Artificial) para permitir a criatividade no local de trabalho. Por isso, é importante estar aberto a novas tecnologias que possam complementar e co-criar a criatividade humana e permitir que as companhias inovem e prosperem.

5. Colaboração e trabalho em equipe

À medida que as empresas recrutam talentos na quarta revolução industrial, fortes habilidades de colaboração são essenciais – e essas habilidades são exclusivas dos seres humanos. Ao menos até o momento.

Toda empresa quer funcionários que possam interagir bem com os outros, trabalhar bem em equipe e ajudar a impulsionar a organização coletivamente.

6. Habilidades de Comunicação Interpessoal

Embora as máquinas estejam melhorando na função de ouvir e falar, sua programação só pode levá-las até certo ponto. A capacidade de se comunicar efetivamente usando uma ampla gama de habilidades interpessoais ainda é um domínio exclusivamente humano.

De acordo com a Fast Company, aqui estão 7 habilidades de comunicação interpessoal que você deve cultivar para o sucesso no local de trabalho:

● Demonstrar respeito

● Escuta ativa

● Linguagem corporal positiva

● Fazer perguntas

● Compreender a comunicação online (mensagens, e-mail, etc.)

● Ter a mente aberta

● Dar feedback construtivo

Leia mais: Entenda quais são as habilidades mais importantes para mudar de carreira

7. Adaptação e Flexibilidade

À medida que o mundo muda, a meia-vida das habilidades diminui constantemente. O que funcionou ontem não é necessariamente a melhor estratégia para amanhã, portanto, a abertura para desaprender habilidades, aprimorar ou requalificar ao longo de sua carreira também é importante.

Além disso, é importante permanecer cognitivamente flexível, para que você possa ser receptivo a novas ideias e maneiras de fazer as coisas.

8. Inteligência Cultural e Diversidade

As empresas estão procurando uma forte inteligência cultural e a capacidade de se adaptar ao trabalho com uma vasta gama de amigos e colegas de trabalho.

Funcionários com inteligência cultural, e que podem se adaptar a outros que percebem o mundo de maneira diferente, também ajudam suas organizações a desenvolver produtos e serviços mais inclusivos e acessíveis.

Para prosperar nos negócios além das fronteiras internacionais, mantenha sua mente aberta e desenvolva sensibilidade a outras culturas, idiomas, religiões e crenças políticas. Bons funcionários também devem respeitar a diversidade quando se trata de raça, idade, gênero e orientação sexual.

9. Consciência Ética

A transformação digital e as tecnologias da quarta revolução industrial trazem muitos dilemas e desafios éticos que precisam ser administrados com habilidade. Esse gerenciamento não é algo que as robôs possam lidar atualmente – apenas humanos podem enfrentar e abordar questões éticas decorrentes de campos como inteligência artificial e genômica.

Leia mais: Soft skills x hard skills: por que as habilidades emocionais estão em alta e como dominá-las

10. Habilidades de Liderança

Fortes habilidades de liderança não são apenas para aqueles que estão no topo da escada corporativa tradicional – elas são essenciais para quem toma decisões ou lidera equipes de projetos nos modernos locais de trabalho.

A pandemia levou a equipes altamente diversificadas. Como líder, é seu trabalho trazer o melhor de cada indivíduo em seu time, independentemente de onde eles estejam ou de quanto você os vê pessoalmente – e isso definitivamente não é algo que os computadores possam fazer.

Compartilhe esta publicação: