5 dicas para fazer uma proposta de emprego bem-sucedida

Líderes de sucesso precisam de uma equipe eficiente. Veja aqui como convencer bons profissionais a entrar para o seu time

Redação
Compartilhe esta publicação:

Além das estratégias de retenção, o RH deve oferecer vagas atrativas para que bons profissionais cheguem à empresa

Acessibilidade


Profissionais bem preparados geram impactos positivos e resultados. Para atraí-los, é necessário investir em boas estratégias ao contratar e, depois, para reter.  Aqui, separamos as melhores práticas para que líderes ofereçam uma proposta que leve à contratação do profissional desejado.

Leia mais: Onboarding: o que é, boas práticas e como fazer

1.Destaque os pontos positivos

Não se limite a informar apenas o salário. Para chamar a atenção dos candidatos em potencial, é importante que todos os benefícios que acompanham o cargo que aquele profissional ocupará sejam devidamente informados.

Destaque também todos os pontos positivos de trabalhar na empresa. E não prometa algo que a empresa não poderá cumprir depois. 

 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

2.Defina o perfil do candidato

O RH e os gestores da empresa devem ter um diálogo aberto na hora de criar as vagas. O perfil do profissional deve ser estabelecido com base nas demandas da empresa. Isso inclui as soft skills, além da formação e da experiência.

É fundamental que esse perfil seja descrito na proposta de emprego, quando as vagas forem divulgadas. Assim, o RH terá muito mais facilidade para filtrar os candidatos que realmente estejam de acordo com o que a empresa procura. Isso economizará tempo e fará com que o departamento vá diretamente às entrevistas que interessam.

 

3.Dê prazo para a resposta

Uma mudança de emprego não é uma decisão que pode ser tomada de uma hora para outra. O candidato deve ter um tempo para que possa pensar a respeito e considerar a proposta de emprego.

O recomendado é que seja dado, no mínimo, de 24 a 48 horas para cargos operacionais e, consideravelmente mais tempo para cargos executivos ou seniores. Observe se o profissional estiver adiando a resposta ou hesitando em aceitar a oferta. Pode ser a hora de dar chance ao próximo.

Leia mais: Inscreva-se para a seleção da lista Under 30 2022

4.Faça uma proposta convincente

A proposta de emprego será formalizada e registrada por meio de alguma mídia (arquivo PDF, imagem ou texto) e, portanto, deverá ter uma aparência capaz de chamar a atenção dos candidatos. 

Certifique-se de que o design das chamadas para a vaga mostre profissionalismo e não chame a atenção pelos motivos errados.

 

5.Demonstre o propósito

Os executivos costumavam permanecer em uma única empresa por muitos anos. Hoje, se não houver na vaga um propósito que se encaixe dentro dos objetivos de carreira do candidato, tanto os C-Level quanto os profissionais de outros níveis hierárquicos não demonstram interesse na cadeira. “Isso é bastante latente principalmente nas novas gerações, que sobem mais rápido ao cargo de CEO, pois têm uma visão mais pragmática sobre a carreira”, diz André Freire, sócio-diretor da EXEC, consultoria de headhunting. 

 

Compartilhe esta publicação: