Como escapar de uma demissão em massa

Com a onda de demissão em massa em empresas de tecnologia, saiba o que as companhias consideram ao fazer cortes de funcionários e como agir para não ser demitido

Jack Kelly
Compartilhe esta publicação:

Quando a economia está em mau estado, os trabalhadores precisam ser estratégicos para salvar seus empregos e evitar uma demissão

Acessibilidade


Demissões, congelamentos de contratações e ofertas rescindidas estão acontecendo nas áreas de cripto e tecnologia. Isso provavelmente se espalhará para outros setores também. Trabalhadores e pessoas que procuram emprego estão ficando preocupados. Eles veem a proliferação de perfis com o selo “OpentoWork” no LinkedIn em um nível não visto desde o início da pandemia, além de pedidos para que as pessoas os ajudem a encontrar um novo emprego. 

Planilhas com nomes, e-mails e cargos de pessoas que foram demitidas também estão circulando online, para que recrutadores e empresas possam entrar em contato com eles com indicações de vagas.

Como uma empresa decide quem será demitido?

Não existe uma fórmula que as empresas usam quando precisam demitir funcionários para cortar custos. Algumas organizações podem aderir ao modelo “último a entrar, primeiro a sair”. A gerência prefere manter os funcionários de longa data e demitir os que acabaram de entrar na empresa.

A liderança, muitas vezes, quer colocar em campo a melhor equipe. Eles vão proteger os melhores e descartar os outros. Pessoas com habilidades altamente especializadas que são difíceis de substituir podem ficar, enquanto trabalhadores com talentos mais comuns e facilmente substituíveis não estão seguros.

Quando as organizações adotam o corte em grande escala, geralmente oferecem pacotes de demissão voluntária. Os trabalhadores em idade de aposentadoria podem receber um pacote financeiro que os incentiva a sair por conta própria – salvando o emprego de outra pessoa no processo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Um grupo ou setor específico pode apresentar um desempenho insatisfatório. Em tempos de turbulência, a administração pode optar por demitir grandes equipes, pois sente que o time continuará a ter perdas e esgotar recursos muito necessários, enquanto não há esperança de uma recuperação financeira tão cedo.

Leia também: Como se recolocar após onda de demissões nas startups

Serei afetado por uma demissão em massa?

Se você estiver em um setor que gera receita, as chances de estar seguro são mais altas do que as de pessoas que trabalham em um centro de custos. É uma realidade que funcionários e grupos que trazem o dinheiro geralmente têm mais influência do que os que não contribuem com a receita. Em tempos difíceis, as empresas precisam de pessoas responsáveis pelo dinheiro. Aqueles que são ótimos trabalhadores, mas não são focados na receita, podem ter mais desafios para manter o emprego.

O RH pode pesar nas decisões de quem fica e quem sai. Eles vasculham os registros de pessoal para revisar as avaliações de desempenho, procurar recomendações e ver se uma pessoa cometeu infrações, violou regras ou tem um histórico de causar problemas.

As empresas não dirão isso abertamente, mas há tipos de pessoas que a administração ficaria muito feliz em ver sair. São as pessoas com atitudes ruins, que sempre reclamam, têm problemas com seus colegas de trabalho, chegam sempre atrasados, perdem reuniões importantes e sugam o tempo e a energia de todos ao seu redor fofocando e falando mal dos outros pelas costas. São eles que dizem coisas como “isso nunca vai dar certo” e “sempre fizemos assim, por que precisamos mudar as coisas?’

O diretor financeiro e a equipe de contabilidade também podem analisar os números e determinar que funcionários sêniores serão abatidos. Os trabalhadores mais velhos, em média, tendem a ganhar mais do que os mais jovens devido aos anos de experiência. Não é justo, mas sua maior remuneração coloca um alvo em suas costas. É conveniente para a empresa dizer que está apenas dissolvendo uma unidade que tem um grande número de funcionários sêniores com pacotes salariais altos. A empresa pode tirar alguns profissionais altamente remunerados em vez de um grande número de funcionários de nível médio a júnior.

Como mostro meu valor para fugir da demissão?

Você pode não gostar deste conselho, mas vá para o escritório. Trabalhar em casa pode trazer um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal; no entanto, às vezes você precisa se sacrificar para salvar seu emprego. Vá ao escritório cinco dias por semana.

Conheça todas as pessoas-chave dentro da organização. Se voluntarie para atribuições e tarefas que ninguém mais quer. Pergunte ao seu chefe o que você pode fazer para ajudar. Vá além e supere as expectativas. Sutilmente deixe seus supervisores e outros saberem sobre suas realizações.

Encontre projetos que sejam importantes para a empresa e tente entrar na equipe. Agrade as pessoas de todos os níveis. Você quer ser a pessoa que todo mundo gosta e que causaria uma reação se um supervisor levantasse a possibilidade de te demitir. 

É natural, em tempos de incerteza e estresse, que os trabalhadores fiquem agitados. Eles começam a reclamar abertamente. Os descontentes culpam os outros, especialmente a gerência executiva, por criar os problemas e ficam bravos por suportarem o peso das más decisões da liderança. Evite resmungar ou apontar o dedo. Mantenha-se sempre positivo, otimista e entusiasmado.

Quando a economia está em mau estado e há preocupações com inflação descontrolada, uma provável recessão ou estagflação, os trabalhadores precisam ser estratégicos e inteligentes para salvar seus empregos.

Se você for dispensado, não leve para o lado pessoal nem veja isso como um reflexo de sua autoestima. Infelizmente, as demissões fazem parte da vida corporativa. Às vezes, você não tem controle sobre a situação. Você pode estar no emprego certo, mas na hora errada. Não tem nada a ver com suas habilidades. A empresa sente a pressão para cortar custos, e você acaba sendo pego pelas demissões em massa.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: