Vendedor de pipas vira referência nacional em precatórios federais

Divulgação
Gabriel Harrison à frente da equipe do escritório que se notabilizou na compra de precatórios federais

Com 6 anos de mercado, a Harrison Investimentos começou tímida, mas logo mostrou ao mercado que não demoraria a ocupar relevância na compra e venda de precatórios. Com um quadro de funcionários que cresce cerca de 60% a cada ano, a empresa já possui três escritórios em Brasília. O principal ramo de atuação é a aquisição de precatórios federais e direitos creditórios. Precatórios são dívidas do governo, ou de entes da administração pública, com pessoas físicas ou jurídicas, reconhecidas por sentença judicial transitada em julgado (quando não cabe mais recurso), quitadas de acordo com uma extensa ordem cronológica. Devido à demora dessa fila de pagamento, tais dívidas são negociadas antes do vencimento por empresas especializadas.

A transação de direitos creditórios é legal, assegurada pelo artigo 100 da Constituição Federal. Esse dispositivo garante ao credor (pessoa física ou jurídica) ceder, total ou parcialmente, seus créditos em precatórios a terceiros, independentemente da concordância do devedor (União Federal). Ou seja, o detentor de um precatório pode esperar o vencimento ou vender antes abrindo mão de parte do lucro. A Harrison Investimentos compra os títulos dos credores antes que vençam. Para isso, cobra descontos que variam conforme oferta e demanda – uma variável entre o tempo que a União Federal vai demorar para pagar e a urgência do credor em receber o dinheiro.

Para o investidor, o risco é a inadimplência da União Federal, algo que nunca aconteceu. A União Federal chega a pagar adiantado. Para sanar esse fator, a intermediadora deve ser de credibilidade, dispondo de uma estrutura especializada e constante aprimoramento técnico para correta análise do processo, alcançando a total satisfação das partes e conclusão do negócio. O retorno, portanto, procede-se no vencimento do precatório, que tem um prazo de 12 a 18 meses, ou em sua venda antecipada.

HISTÓRIA DE VIDA

O sucesso da Harrison Investimentos está ligado à história de vida e à perseverança de Gabriel Harrison Dias da Rocha. Nasceu dia 8 de maio de 1989, em Sobradinho (DF), mas cresceu em Planaltina (DF), duas cidades-satélites de Brasília. Com 30 anos, é um dos maiores empresários, investidores e filantropos do Centro-Oeste. Nasceu em uma família pobre. Sua mãe é costureira desde os 14 anos até os dias atuais; o pai trabalhou na Polícia Civil e Militar. Passou por dificuldades junto com sua família. Chegaram a acumular dívidas. Moraram em um barraco de madeira.

Desde pequeno demonstrava um pensamento à frente de seu tempo. Mal completou 10 anos e já arranjou um jeito de fabricar e vender pipas. Na mesma época, passou a ajudar o avô a incrementar as vendas de churrasquinhos. Montou diversos negócios próprios – sem contar ideias que teve ao longo da vida, como açougue, papelaria, loja digitalizadora, entre outras. Em comum, o faro raro para formas de negócios inovadoras – tudo isso em um cenário nada inspirador, sem referências que pudessem dinamizar suas ações.

Foi na faculdade de direito que começou a pesquisar sobre como funcionavam precatórios federais, quando ainda era estagiário jurídico. Percebeu ali um pote de ouro pouco acessado pelo mercado. O interesse pelo assunto cresceu: resolveu entrar no ramo dos investimentos.

Subiu outro degrau ao comprar um precatório federal, algo nada comum para os círculos de profissionais que frequentava. A decisão, no entanto, precisava de uma aposta alta, o que não diminuiu seu interesse. Fez um empréstimo que não era suficiente para cobrir a operação. Resolveu, então, vender o carro que sua avó materna tinha deixado de herança. O empenho logo trouxe resultados. Com muita determinação, aos 25 anos de idade, Gabriel anunciava seu primeiro milhão de reais.

A mudança de vida, a partir daí, passou a ser bem dinâmica. Sonhador como nos tempos de moleque, Gabriel investiu seu dinheiro na fundação da empresa Harrison Investimentos, em 2014. Atualmente, é a maior empresa de aplicações na bolsa de valores do Centro-Oeste, referência em compra e venda de precatórios federais. A empresa segue os valores que seu presidente e fundador aprendeu na infância: o desenvolvimento pessoal e a preocupação com o próximo.

Prova disso são os projetos sociais que Gabriel implantou na empresa e que hoje ajudam milhares de pessoas no Brasil. O projeto Transformando Vidas, por exemplo, ajuda pessoas em situação precária de vida com doação de cestas básicas – iniciativa que rendeu um registro na programação da TV Record. Já a Harrison Esporte Clube é uma escolinha de futebol que dá aos jovens da comunidade a oportunidade de estar em contato com o esporte e de se tornarem grandes profissionais. Além desses dois projetos, a Harrison Investimentos desenvolve o projeto Eco Reversa, que vai plantar mais de 20 mil mudas até o fim do ano.

Divulgação
Gabriel Harrison feliz da vida participando das ações sociais do escritório

A empresa ganhou notoriedade nacional ao criar o curso Quero Ser Trader, que atualmente é um dos cursos de bolsa de valores mais vendidos do mercado. É disponibilizado na versão EAD e presencial – a cada mês, acontece em uma cidade diferente do país. O curso é inteiramente traduzido em libras, visando uma maior acessibilidade dos ensinamentos. O dinheiro arrecadado com a inscrição no Quero Ser Trader é convertido em cestas básicas, entregues e distribuídas nas cidades onde o curso é ministrado.

Os bons ventos fazem a Harrison Investimentos se preparar para lançar a sua própria moeda virtual, vendida em dólar, com presença mundial. O plano é lançá-la em janeiro de 2020. Também está em pauta a expansão do escritório fora do Brasil, com endereços e serem lançados em Nova York, Portugal, Luxemburgo e Canadá.

Gabriel Harrison também é conhecido pela importância religiosa em sua vida. “A questão da religião vem de berço mesmo. Sou grato a Deus por tudo o que acontece comigo desde sempre. Costumo inclusive fazer uma oração em algumas reuniões de trabalho. Tenho certeza de que o dom e o carisma que possuo são uma bênção divina.”

* BrandVoice® é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da Forbes Brasil e de seus editores

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).