Magalu, a55, Spotify, Fraudes Online, Toyota, E-Books, Cia. Hering, InCor, IBM & Beta-i

arte sobre foto/getty images

Magalu acelera projetos de fintech com nova liderança

O Magazine Luiza contratou Robson Dantas, que fundou a startup Vale Presente, para posicionar a varejista como um dos principais players em fintech, com o desenvolvimento de um super aplicativo. Uma das principais tarefas de Dantas na função é acelerar a integração da conta digital Magalu Pay, que viabiliza pagamentos e transferências, ao Cartão Luiza.

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

****
Fintech anuncia plataforma para receita recorrente

A a55, fintech especializada no financiamento do crescimento de empresas com base em receita previsível, aperfeiçoou sua tecnologia e anunciou ao mercado o aSR – aSuaReceita, uma plataforma baseada em dados e serviços de crédito para empresas de receita recorrente. A ferramenta oferece um dashboard completo sobre o desenvolvimento financeiro da empresa, colaborando com a gestão de clientes, fluxo de caixa e monitoramento bancário. A plataforma auxilia também o empreendedor a estabelecer metas financeiras e monitoramento de contas. Ao cadastrar as contas bancárias que deseja acompanhar, a equipe financeira consegue ter um histórico unificado de transações em tempo real, além de acompanhar recebimentos e pagamentos. Com a novidade, a fintech espera que seu faturamento salte de R$ 600 mil em 2019 para R$ 2 milhões em 2020.

****

Spotify lança áudio-série de ficção

A plataforma de streaming de áudio Spotify lançou “Sofia”, sua primeira áudio série de ficção com roteiro em formato de podcast. O lançamento é baseado em “Sandra”, uma produção original da Gimlet, empresa adquirida pelo Spotify em 2019. “Sofia” também é a primeira adaptação realizada pelo Spotify Studios no Brasil de uma produção original da Gimlet. Além do Brasil, o Spotify também lançou simultaneamente as adaptações de “Sandra” na Alemanha, França e México. O cast da produção conta com Cris Vianna no papel da protagonista, uma assistente virtual que dá o nome da série, e Monica Iozzi como Helena, a operadora de Sofia, além dos atores Otaviano Costa e Hugo Bonemer.

****
São Paulo lidera em fraudes no e-commerce

Um estudo sobre fraudes online realizado pela Konduto aponta a incidência de compras ilegítimas no e-commerce em São Paulo. Segundo o mapeamento, a cada 100 compras fraudulentas na internet no Brasil, 35 são feitas na capital paulistana. Mais de 175 milhões de pedidos que passaram pelos sistemas da empresa entre 1 de janeiro e 31 de dezembro do ano passado foram usados como base para o estudo. Em termos regionais, São Paulo responde por 35,57% das tentativas de fraude. Na sequência, aparecem Rio de Janeiro (10,34%), Minas Gerais (7,55%), Bahia (6,51%) e Paraná (5,49%).

****
Divulgação

Toyota traz KINTO ao Brasil

A KINTO, companhia de soluções de mobilidade da Toyota, está chegando ao Brasil. Na esteira de diversas parcerias globais que a montadora vem realizando, a KINTO Brasil é uma joint venture entre a Toyota Financial Services Corporation e a Mitsui & Co., conglomerado japonês focado em investimentos e operações estratégicas com o qual a Toyota já possui múltiplos projetos colaborativos ao redor do mundo. No primeiro momento, a KINTO assumirá o serviço de compartilhamento de carros já existente no Brasil e na Argentina. Sendo assim, o atual Toyota Mobility Services passa a se chamar KINTO Share. Até o final do ano, a KINTO Brasil lançará um outro serviço no país: o KINTO One, focado na gestão de frotas corporativas.

****
App de e-books registra crescimento de 275% durante a pandemia

O Skeelo, um dos principais negócios de e-books do país, registrou um crescimento de 275% no consumo de livros durante o período de confinamento na comparação com o primeiro trimestre de 2020. De 23 de março a 30 de junho, a ferramenta registrou mais de 300 mil livros baixados em sua plataforma e mais do que o dobro de usuários cadastrados. “Em março contávamos com um pouco mais de 10 milhões de assinantes e saltamos para a casa dos 21 milhões contabilizados até o final de junho”, afirma Rodrigo Meinberg, do Skeelo. O app, que atualmente é disponibilizado como benefício aos clientes de telefonia pós-paga das operadoras Claro, TIM, Oi, Nextel e Algar Telecom, também tem parceria com o Banco do Brasil e empresas de TV por assinatura. O catálogo inclui mais de 1 mil títulos.

****
DivulgaçãoCia. Hering expande plataforma social de vendas também para pessoas
físicas

A Cia. Hering ampliou os serviços ofertados em seu e-commerce com o lançamento do Social Selling, que permite o pagamento de uma comissão a franqueados, multimarcas e colaboradores da rede em vendas nos sites das marcas e via WhatsApp, por meio de vouchers que concedem benefícios exclusivos. A partir deste mês, qualquer pessoa de fora da rede também poderá ser um novo empreendedor, integrando-se à plataforma. O diretor de novo varejo e consumidor da empresa, Filipe Albuquerque, explica que a modalidade já estava no radar, mas foi acelerada com a crise para apoiar os franqueados. Colocada em prática em menos de uma semana, diante da urgência do cenário, a plataforma foi lançada no fim de março, e, em abril, já representou quase 10% da participação de toda a venda realizada pelo site. “Em maio, dobramos esta receita”, diz o executivo.

****
InCor e MedRoom vão treinar profissionais de UTI de São Paulo com realidade virtual

A MedRoom, startup de treinamentos em saúde com realidade virtual, acaba de fechar uma parceria com o InCor e sua entidade de apoio, a Fundação Zerbini, por meio de seu núcleo de inovação – InovaInCor –, para que sua tecnologia seja implementada no treinamento de profissionais em UTIs públicas do Estado de São Paulo. Juntos eles lançam o TeleUTI, aplicativo que traz informações sobre protocolos de atendimento que vão desde a lavagem correta das mãos e higienização até a aplicação de protocolo para a correta execução de ventilação mecânica. “Customizamos nossa plataforma para que o conteúdo que antes só era possível por meio da realidade virtual passe também a ser consumido nas mãos dos profissionais de saúde via seus próprios smartphones, com curadoria para auxiliar no treinamento de centros coordenados pelo hospital”, diz Sandro Nhaia, CTO e cofundador da MedRoom. A startup atua hoje em mais de 20 instituições brasileiras e no exterior, levando uma experiência realista dentro das telas sobre a anatomia e fisiologia humana.

****
IBM compra brasileira WDG

A IBM anunciou ontem (8) que chegou a um acordo definitivo para adquirir o fornecedor brasileiro de software de automação de processos robóticos WDG. A aquisição aprimora os recursos de automação baseados em inteligência artificial da companhia, abrangendo processos de negócios e operações de TI. “Com a iniciativa, a IBM dá um passo adiante para ajudar cada vez mais empresas a acelerarem a automação em outros departamentos, não apenas em ações de rotina, mas em tarefas mais complexas, de forma que os funcionários possam se concentrar em trabalhos de maior valor”, disse Denis Kennelly, responsável pelas áreas de cloud integration, IBM Cloud e cognitive software. Os termos financeiros do acordo não foram divulgados.

****
Consultoria portuguesa chega ao Brasil

Após uma década de contribuição para a criação de um ecossistema de inovação em Portugal como resposta à crise, a Beta-i lança a operação no Brasil para a implementação de programas colaborativos. Em poucas semanas, a consultora já tem projetos em andamento com a EDP Brasil e AmBev. O objetivo da empresa é unir startups, empresas e organizações governamentais e não governamentais para o desenvolvimento de novos modelos de negócio e soluções de mercado. Por aqui, a consultoria terá como foco a gestão de produtos em três eixos de inovação: colaboração entre empresas e startups para desenhar soluções que resolvam desafios dos negócios; desenvolvimento de soluções dentro das empresas, trabalhando com equipas internas e clientes; e criação de ecossistemas de inovação, apoiando a criação de novos modelos de negócio junto de atores locais ou mesmo dentro de empresas ou grupos, estimulando o intraempreendedorismo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).