Roche e Albert Einstein lançam desafio focado em doenças raras

Arte Forbes

A gigante farmacêutica Roche lançou um desafio em parceria com a Eretz.bio, aceleradora do Hospital Albert Einstein, o programa Desafios Plurais, para encontrar soluções para facilitar diagnósticos precoces de doenças raras voltadas para a atenção primária.

Pessoas físicas ou empresas de todos os tamanhos, incluindo startups, podem apresentar ideias, que também precisam ser replicáveis em grande escala. Os candidatos devem atuar nos seguintes pilares: recurso para suspeita da doença rara; impulsionar o diagnóstico precoce; maior centralização das informações ligadas aos diagnósticos; suporte ao corpo clínico na tomada da decisão médica e destinação/encaminhamento correto para especialistas.

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

Segundo as empresas, soluções prontas que não estejam disponíveis para adaptação e/ou customização e novos testes de diagnósticos não serão aceitos. O grupo de doenças prioritárias na iniciativa inclui esclerose múltipla, hemofilia, neuromielite óptica, atrofia muscular espinhal e fibrose pulmonar idiopática.

O processo seletivo será realizado por uma banca que inclui especialistas técnicos e de negócios da Roche, bem como outros parceiros externos. O projeto vencedor poderá ter a solução validada quanto à sua usabilidade e aplicação no setor de saúde por especialistas e pela equipe de inovação do Einstein, e ser escalada em parceiros Roche, e co-desenvolvida através da rede de networking com executivos da farmacêutica e parceiros internos. As inscrições tiveram início no dia 23 de setembro de 2020 e estarão abertas por 28 dias no site da plataforma.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).