Ibovespa fecha em queda com sessão marcada por protagonismo de varejistas

O pessimismo foi puxado pelo Magazine Luiza e pela Natura&Co, cujos balanços do terceiro trimestre decepcionaram o mercado.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou hoje (12) em queda de 1,17%, a 106.334 pontos, praticamente zerando os ganhos de ontem. O pessimismo foi puxado pelo Magazine Luiza e pela Natura&Co, cujos balanços do terceiro trimestre, divulgados após o fechamento de ontem (11), decepcionaram o mercado.

A varejista fechou em queda de 18,32%, na esteira do anúncio de desaceleração nas vendas do período de julho a setembro, quando teve um tombo de quase 90% no lucro líquido ano a ano. Já a Natura caiu 17,54%, com lucro e Ebtida impactados negativamente pela queda da demanda dos segmentos em que a empresa atua.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O setor de varejo, porém, também marcou presença entre os destaques positivos da sessão. A Lojas Americanas (LAME4), a Americanas (AMER3) e a Atacadão (BRML3) fecharam em altas de 5,61%, 5,83% e CRFB3%, respectivamente. A disparidade ocorreu após a Americanas divulgar lucro líquido trimestral de R$ 240,6 milhões, número 568,3% maior do que os R$ 36 milhões registrados no mesmo período de 2020.

Em Wall Street, os índices encerraram o dia no azul. O Dow Jones subiu 0,50%, a 36.100 pontos, o S&P 500 teve leve alta de 0,72%, a 4.682 pontos, e o Nasdaq registrou ganhos de 1,00%, a 15.860 pontos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O otimismo começou logo de manhã, quando a Johnson&Johnson anunciou que planeja cindir sua divisão de saúde ao consumidor para se concentrar em produtos farmacêuticos e dispositivos médicos. A decisão acompanha movimentos parecidos vistos nesta semana na GE (General Electric) e na Toshiba, que planejam a cisão em três empresas cada. A J&J fechou o dia em alta de 1,20%.

Segundo um relatório do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos divulgado hoje, as vagas de emprego em aberto no país caíram ligeiramente em setembro, enquanto o número de demissões aumentou. A escassez de trabalhadores tem sido um problema persistente no país, ajudando a elevar ainda mais a inflação, ao fazer com que os salários subam em alguns setores da economia, e a alta seja repassada aos produtos comercializados.

O dólar fechou em alta de 1,00%, negociado a R$ 5,4579 na venda. Vanei Nagem, responsável pela mesa de câmbio da Terra Investimentos, atribuiu parte desse movimento a uma realização de lucros, depois que a moeda recuou 1,80% ontem, e ao aumento de posições defensivas devido ao feriado de Proclamação da República, na segunda-feira (15). No acumulado da semana, o dólar recuou 1,5%. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: