Rússia planeja reduzir tarifa de exportação de soja a partir de 1º de julho

A decisão foi informada hoje (30) pelo Ministério da Economia do país. A taxa atual é de 30%, com um mínimo de € 165 por tonelada.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Nos EUA, as vendas da empresa subiram 7% sobre o primeiro trimestre de 2020

Acessibilidade


A Rússia planeja reduzir sua tarifa de exportação de soja para 20%, com um nível mínimo de US$ 100 por tonelada, a partir de 1º de julho, disse o Ministério da Economia do país em comunicado publicado hoje (30). 

A taxa atual é de 30%, com um mínimo de € 165 (US$ 200) por tonelada.

LEIA MAIS: Rússia considera reduzir tarifa de exportação de soja a partir de julho, diz Interfax

A Rússia é uma produtora de soja relativamente pequena em comparação com os líderes globais, mas a indústria e as exportações para a China são importantes para a economia das regiões do extremo leste do país.

“No desenvolvimento da decisão, levamos em conta as preocupações levantadas pelos produtores de soja do extremo leste da Rússia”, disse o ministério.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A nova taxa vai vigorar até setembro de 2022 e “permitirá que os produtores do extremo leste exportem soja, ao menos em quantidades que não têm demanda na Rússia”, acrescentou a pasta. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

 

Compartilhe esta publicação: