Importações de soja da China crescem 68% em novembro na comparação mensal

A maior compradora mundial de soja importou 8,57 milhões de toneladas em novembro, um aumento de 68% em relação aos 5,11 milhões de outubro.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Bryan Woolston/Reuters
Bryan Woolston/Reuters

A maior compradora mundial de soja importou 8,57 milhões de toneladas em novembro, um aumento de 68% em relação aos 5,11 milhões de outubro

Acessibilidade


As importações de soja pela China aumentaram acentuadamente em novembro em relação ao mês anterior, à medida que mais embarques dos Estados Unidos chegaram durante o pico da temporada de exportação da América do Norte, mostraram dados alfandegários na terça-feira (07).

A maior compradora mundial de soja importou 8,57 milhões de toneladas em novembro, um aumento de 68% em relação aos 5,11 milhões de outubro, mostraram dados da Administração Geral das Alfândegas.

O furacão Ida limitou as exportações de grãos dos EUA em setembro, incluindo soja, paralisando terminais e atrasando embarques.

Os embarques dos EUA aumentaram posteriormente, conforme o impacto do furacão diminuiu e o mercado entrou na alta temporada de exportação.

Para todo o ano comercial, no entanto, as importações de soja pela China vinda dos Estados Unidos devem cair em relação ao ano anterior, já que os atrasos por conta do furacão reduziram a janela de exportação do grão norte-americano, que também enfrenta forte concorrência de uma colheita brasileira antecipada.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As importações de soja pela China em novembro caíram ante os 9,59 milhões de toneladas no mês correspondente do ano anterior, quando um grande volume de cargas dos EUA chegou após um acordo comercial.

A China trouxe 87,65 milhões de toneladas de soja nos primeiros 11 meses do ano, queda de 5,5% em relação ao período correspondente do ano anterior, mostraram os dados.

Os embarques de soja em 2021 diminuíram na comparação anual pois as margens de esmagamento baixas restringiram a demanda.

Compartilhe esta publicação: