Produção de açúcar da China deve ficar abaixo de 10 milhões de toneladas

A Green Pool estimou a safra em 9,95 milhões de toneladas, abaixo da projeção anterior de 10,16 milhões e da safra anterior de 10,67 milhões.

Da Reuters
Compartilhe esta publicação:
Campo de cana-de-açúcar na província de Yunnan, China
Campo de cana-de-açúcar na província de Yunnan, China

A Green Pool estimou a safra em 9,95 milhões de toneladas, abaixo da projeção anterior de 10,16 milhões e da safra anterior de 10,67 milhões

Acessibilidade


Analistas da Green Pool reduziram hoje (14) sua previsão para a produção de açúcar da China em 2021/22 para menos de 10 milhões de toneladas e acrescentaram que há mais potencial baixista com o evento climático La Niña levando a um risco elevado de geadas.

A Green Pool estimou a safra em 9,95 milhões de toneladas, abaixo da projeção anterior de 10,16 milhões e da safra anterior de 10,67 milhões.

A queda na produção da última temporada foi impulsionada principalmente por um declínio de 42% no açúcar de beterraba, para 887 mil toneladas, com a produção de cana-de-açúcar caindo apenas 1%, para 9,07 milhões.

“A campanha de beterraba está quase completa e o progresso da colheita sugere um declínio ainda mais acentuado do que anteriormente. Reduzimos a produção da Mongólia Interior e de Xinjiang”, disse o analista em uma atualização de safra na China.

A Green Pool disse que também continua sinalizando o risco baixista para a safra de cana.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“O principal risco agora é qualquer novo evento de geada e o impacto do clima na produtividade de açúcar”, disse o relatório, acrescentando que há potencial de queda da produção para entre 9,50 milhões e 9,90 milhões de toneladas.

Compartilhe esta publicação: