Previsão de exportação de soja do Brasil cai 5 milhões de toneladas

A consultoria Safras & Mercado informou que o Brasil vai embarcar 80,5 milhões de toneladas em 2022, corte em relação a janeiro, mas manteve a projeção de esmagamento..

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Ziviani/Getty Images
Ziviani/Getty Images

Enquanto as exportações do produto devem cair, o processamento está recebendo suporte de exportações recordes de óleo de soja do Brasil para a Índia.

Acessibilidade


A consultoria Safras & Mercado publicou relatório hoje (25) avaliando que as exportações de soja do Brasil totalizarão 80,5 milhões de toneladas em 2022, com um corte de 5 milhões de toneladas ante a estimativa de janeiro.

A redução na oferta em função da quebra de safra pressionou a exportação de soja do Brasil, maior exportador global da oleaginosa, que no ano passado embarcou um recorde de 86,1 milhões de toneladas.

Por outro lado, a Safras manteve sua projeção de esmagamento de soja em 47,5 milhões de toneladas, em linha com a estimativa de janeiro. O processamento da oleaginosa ainda teria um crescimento de 2% ante 2021.

O processamento está recebendo suporte de exportações recordes de óleo de soja do Brasil para a Índia, que aumentou a demanda pelo produto depois que o conflito entre Ucrânia e Rússia afetou o fornecimento de óleo de girassol de ambos os países.

A consultoria trabalha com uma produção de farelo de soja de 36,55 milhões de toneladas, com elevação de 3%, enquanto as exportações subiriam 6% para 18,2 milhões de toneladas. O consumo interno está projetado em 18,3 milhões, alta de 2%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A produção de óleo de soja deverá aumentar 3% para 9,65 milhões de toneladas. O Brasil deverá exportar 1,7 milhão de toneladas, com ganho de 3% sobre o ano anterior.

Veja também: Como a guerra entre Rússia e Ucrânia afeta a economia brasileira?

O relatório da consultoria informou que o consumo interno de óleo deve cair 2% para 8 milhões de toneladas, pressionado pelo menor uso para biodiesel após alteração no mandato de mistura no diesel.

O uso para biodiesel deve baixar 2% para 4,1 milhões de toneladas.

A Safras ainda indicou importações de 1 milhão de toneladas de soja em 2022, com aumento de 16% sobre o ano anterior.

Compartilhe esta publicação: