Cooxupé manteve fortes embarques de café em 2021, apesar de quebra de safra

A maior cooperativa de cafeicultores do Brasil registrou embarques de 6,027 milhões de sacas de café em 2021.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Wenderson Araujo-Trilux
Wenderson Araujo-Trilux

A Cooxupé faturou R$6,7 bilhões em 2021

Acessibilidade


A Cooxupé, maior cooperativa de cafeicultores do Brasil, registrou embarques de 6,027 milhões de sacas de café em 2021, com ligeiro aumento ante as 5,9 milhões de 2020, apesar dos problemas climáticos que reduziram a produção dos cooperados, de acordo com comunicado divulgado hoje (25), por ocasião da assembleia da instituição.

A maior parte dos volumes embarcados foi direcionada à exportação, que somou 4,9 milhões de sacas em 2021, estável ante 2020, disse a Cooxupé, maior exportadora de café no Brasil.

VEJA TAMBÉM: Preço do café pode subir até 40% por causa da quebra de safra e das exportações

Com preços mais altos em um mercado afetado por seca e geadas, a Cooxupé faturou R$6,7 bilhões em 2021, versus R$5,03 bilhões em 2020.

No ano passado, a cooperativa recebeu 5,6 milhões de sacas de café, ante 8,1 milhões em 2020, enquanto a safra dos cooperados caiu para 7,49 milhões de sacas em 2021, versus 10,99 milhões no ano anterior.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: