CMN aprova R$ 6 bilhões em recursos para financiamentos do Funcafé em 2022

O conselho também elevou o limite de crédito de custeio para cooperativa de produção de R$ 30 milhões para R$ 50 milhões.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Juan Carlos Ulate/Reuters
Juan Carlos Ulate/Reuters

Ramo de pé de café

Acessibilidade


O CMN (Conselho Monetário Nacional) aprovou a destinação de R$ 6,058 bilhões a serem utilizados na concessão de financiamentos pelo fundo para a cafeicultura Funcafé, no exercício de 2022, informou o Ministério da Economia em nota ontem (28).

Segundo o comunicado, a medida atende a um pleito do Ministério da Agricultura para que o direcionamento dos valores fosse feito de forma global, sem discriminação por linha de crédito, para flexibilizar as decisões da pasta agrícola quanto à disponibilização dos recursos.

LEIA MAIS: IGP-M desacelera alta a 1,41% em abril por arrefecimento de commodities agrícolas

O conselho também elevou o limite de crédito de custeio para cooperativa de produção de R$ 30 milhões para R$ 50 milhões, e manteve os limites das operações por cooperado em R$ 500 mil.

“As cooperativas de produção exercem importante papel na cafeicultura por sua capacidade de operacionalização e capilaridade na distribuição dos recursos diretamente aos cafeicultores, especialmente neste período de aumento dos custos de produção, puxado pela alta dos fertilizantes e defensivos agrícolas”, disse o comunicado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: