Condição de trigo dos EUA melhora e plantio de milho se mantém em 2% da área, diz USDA

Índice ainda é uma das classificações mais baixas registradas para esta época do ano.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Vincent Mundy/Reuters
Vincent Mundy/Reuters

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos avaliou ontem 32% do trigo de inverno dos Estados Unidos em boas a excelentes condições

Acessibilidade


O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos avaliou ontem 32% do trigo de inverno dos Estados Unidos em boas a excelentes condições, dois pontos percentuais acima da semana anterior e acima da média das expectativas dos analistas.

Mas o índice ainda é uma das classificações mais baixas registradas para esta época do ano, à medida que a seca persiste no cinturão de trigo das Planícies.

Dez analistas consultados pela Reuters, em média, esperavam que o governo classificasse 30% da safra como boa a excelente, porcentagem inalterada em relação à semana anterior. As estimativas variaram de 27% a 34%.

O total bom/excelente apontado pelo USDA é o mais baixo para esta época do ano –a 14ª semana do ano de calendário– desde 2018.

As classificações de trigo de inverno para a 14ª semana foram de 32% ou menos apenas quatro vezes nos registros do USDA, datando do final da década de 1980.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Aproximadamente 69% da safra de trigo de inverno dos EUA estava em uma área que enfrenta seca, disse o governo.

A redução da oferta global de trigo e o conflito entre a Ucrânia e a Rússia, dois grandes exportadores mundiais de trigo, colocaram em evidência as perspectivas de produção de trigo de inverno nos EUA.

Para o milho, o USDA disse que o plantio avançou para 2% da área projetada, inalterado em relação à semana anterior e abaixo da estimativa média dos analistas de 4%.

 

Compartilhe esta publicação: