Soja volta a superar R$ 200 a saca no mercado brasileiro, diz Cepea

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Wenderson-Araujo_Trilux_CNA
Wenderson-Araujo_Trilux_CNA

Câmbio no Brasil também é fator de alta para a soja, além de uma forte demanda da indústria local

Acessibilidade


O preço da soja voltou a superar a marca de 200 reais a saca de 60 kg nesta sexta-feira no mercado brasileiro, conforme o indicador do Cepea no porto de Paranaguá (PR), em meio a valores firmes no exterior e uma alta do dólar frente ao real.

O indicador subiu 1,84% ontem (10), para 200,25 reais a saca, e já acumula alta de 5,37% no mês, de acordo com informações do site do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

A soja em Paranaguá havia sido cotada acima de R$ 200 pela última vez em março deste ano, conforme o indicador.

No mercado de Chicago, referência global, a soja subiu cerca de 3% desde segunda-feira, registrando na véspera um patamar próximo da máxima de todos os tempos, antes de cair nesta sexta-feira por realização de lucros.

O câmbio no Brasil também é fator de alta para a soja, além de uma forte demanda da indústria local para a produção de farelo e óleo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A moeda norte-americana à vista encerrou a sessão em alta de 1,48%, a 4,9892 reais, seu maior patamar para fechamento desde o dia 16 de maio (5,0507 reais).

Nesta semana, a associação da indústria Abiove elevou a previsão de processamento da oleaginosa no Brasil em 2022, para um novo patamar recorde.

 

Compartilhe esta publicação: