Os 20 melhores lugares para viajar em 2020

As viagens para o exterior são tendência para 2020

Resumo:

  • A lista exclusiva compilada pela Ovation Travel Group reúne 20 destinos que incluem lugares clássicos e inesperados para os viajantes;
  • Entre os conhecidos estão Bariloche, Tóquio, Melbourne e Machu Picchu;
  • Quem quiser se aventurar pode incluir no roteiro locais como Kotor, Kigali, Vira Vira e Tel Aviv.

A agência de viagens Ovation Travel Group compilou uma lista exclusiva dos principais destinos de lazer para Forbes, com base nas vendas e aspirações de seus clientes. Eles citam alguns lugares comuns, mas trazem também algumas surpresas.

LEIA MAIS: Empresa de cruzeiros oferece viagem nórdica de 15 dias pela Europa

As viagens para o exterior são uma grande tendência para 2020, diz Paul Metselaar, CEO da empresa. Sua agência teve “uma demanda elevada por viagens internacionais”, com 40% mais procura em relação ao ano passado.

Isso se reflete nas tendências gerais de viagens. As viagens internacionais aumentaram 6% em 2018, totalizando 93 milhões de viajantes a negócios e a lazer, de acordo com o Escritório Nacional de Viagens e Turismo do Departamento de Comércio dos Estados Unidos.

Veja, na galeria abaixo, os 20 melhores destinos para ir em 2020:

  • 1. Amangiri/Lake Powell, Utah/Antelope Canyon, Arizona

    Por que ir? “O cenário e os elementos externos são diferentes de qualquer outro lugar nos EUA”, diz Fallon Hirschhorn, designer de viagens de luxo do The Stein Collective, afiliado do Ovation Travel Group. Além disso, fica a apenas quatro horas de carro de Phoenix ou Vegas, e é facilmente acessível de avião particular.

    Quem deve ir? Amantes da natureza, viajantes querendo bem-estar e aqueles que procuram uma escapada ao ar livre.

    Não perca: Explore as paredes de rocha vermelha do Slot e Antelope Canyon e admire as formações em forma de pináculo do Bryce Canyon National Park.

  • 2. Palermo/Sicília, Itália

    Por que ir? A ilha da Sicília é um dos locais mais notáveis ​​do mundo, incluindo o lendário Vale do Templo, onde as ruínas de sete templos dóricos ficam em um cenário de tirar o fôlego, com amendoeiras e oliveiras. “A Sicília tem uma autenticidade que desapareceu de muitas outras partes do mundo”, diz Ashley Diamond, consultora de viagens de luxo do Ovation Travel Group. “Aldeias como Noto são famosas por sua arquitetura barroca e fachadas de calcário”.

    Quem deve ir? Famílias e casais.

    Não perca: Nem todos os dias você pode explorar a paisagem sinistra do Etna, o maior vulcão da Europa e um dos mais ativos do mundo. É o principal destino europeu nesta lista dos melhores lugares para se visitar em 2020.

  • 3. Cidade do Cabo, África do Sul

    Por que ir? “O clima ameno e quente faz da Cidade do Cabo um destino fantástico”, diz Limor Decter, consultor de viagens e concierge do Ovation Travel Group. “As vistas do oceano e os fantásticos jardins botânicos fazem desta cidade cosmopolita um lugar que vale a pena visitar o ano todo.”

    Quem deve ir? A Cidade do Cabo atrai famílias, inclusive as multigeracionais, além de viajantes de luxo e aventureiros. Stellenbosch, conhecido por seu vinho Pinotage, é perfeito para enófilos.

    Não perca: Uma visita à Montanha da Mesa, que oferece uma vista incrível da cidade, do Oceano Atlântico próximo e do sul em direção ao Cabo da Boa Esperança. Além disso, passeie pelo exuberante Jardim Botânico Kirstenbosch. Cidade do Cabo é o destino africano de melhor classificação nesta lista dos melhores lugares para se visitar em 2020.

  • 4. Bariloche/Patagonia, Argentina

    Por que ir? Bariloche, a parte norte da Patagônia, é famosa por seus lagos cênicos e oferece atividades como caminhadas, ciclismo, golfe e esportes aquáticos. A melhor escolha do Ovation é o Llao Llao, um hotel situado em uma pequena colina, emoldurada por lagos, bosques e picos andinos.

    Quem deve ir? Amantes de atividades ao ar livre como caminhadas, ciclismo, escalada e esportes aquáticos; e esqui de verão.

    Não perca: Caminhe pelo glacier Perito Moreno.

  • 5. Kigali, Ruanda

    Por que ir? “Em geral, a capital da cidade se estabeleceu desde o genocídio de 1994”, diz Judy Stein, presidente do The Stein Collective, afiliado do Ovation Travel Group. Kigali é limpa, segura e cheia de experiências culturais enriquecedoras, de galerias de arte moderna de nível mundial a moda, artesanato local e até uma cooperativa de café dirigida por mulheres que fazem o melhor café do mundo.

    Quem deve ir? Viajantes aventureiros, curiosos, ecologicamente conscientes e conservacionistas.

    Não perca: Duas novas lojas de luxo foram recentemente inauguradas, Singita Kwitonda e Nyungwe House, do One&Only.

  • 6. Marrakech, Marrocos

    Por que ir? Marrakech é outro destino promissor na lista dos 20 melhores lugares para se visitar em 2020. “Tem experiências únicas, como um jantar à luz de velas no meio do deserto, repleto de passeios de camelo, dança do ventre e comedores de fogo”, diz Susan Ganis, consultora de viagens do Ovation Travel Group.

    Quem deve ir? Viajantes ativos, aventureiros e interessados ​​em diferentes experiências culturais.

    Não perca: Uma visita particular à casa de Yves Saint Laurent e aos Jardins Majorelle.

  • 7. Porto/Rio Douro, Portugal

    Por que ir? Porto tem boa comida, vinho, ótimas vistas, clima perfeito e custos razoáveis. “Algumas ótimas dicas de hospedagem são o The Yeatman e Maison Albar Hotels / Le Monumental, que contam com passeios rápidos de Lisboa”, diz Andrew Steinberg, um concierge de viagens de luxo da Modern Travel, afiliada do Ovation Travel Group.

    Quem deve ir? Porto é ótimo para casais.

    Não perca: Azulejos pintados à mão, espalhados por toda cidade.

  • 8. Tel Aviv, Israel

    Por que ir? A cidade litorânea se tornou uma referência culinária nos último anos. Confira as construções brancas de Bauhaus e as árvores pontudas que completam as avenidas.

    Quem deve ir? Famílias e casais. Tel Aviv também dá as boas-vindas aos membros da comunidade LGBT, de acordo com a Ovation. Veja aqui os 16 melhores países para turistas LGBTQ+

    Não perca: Uma caminhada pelo calçadão da praia até Jaffa, uma antiga cidade portuária da Renascença.

  • 9. Deserto do Atacama, Chile

    Por que ir? Este deserto, localizado a cerca de 2.400 quilômetros acima do nível do mar, é frequentemente comparado ao Parque Nacional Arches ou ao Parque Nacional Canyonlands, em Utah. Você pode passar a maior parte do tempo caminhando e andando de bicicleta pelas montanhas e desfiladeiros circundantes, observando pássaros e visitando aldeias pitorescas e ruínas antigas.

    Quem deve ir? Caçadores de aventura e aqueles que procuram experimentar o outro mundo. Esta região está localizada no remoto norte do Chile.

    Não perca: Visite a brilhante Lagoa Chaxa, cercada por salinas e habitada por duas espécies de flamingos. Você também pode andar a cavalo e visitar o Vale da Lua durante o pôr do sol.

  • 10. Dubrovnik, Croácia

    Por que ir? A cidade ao sul do país é uma beleza cintilante na costa da Dalmácia, dizem os agentes de viagens. A cidade medieval repleta de muros de frente para o Mar Adriático está cheia de história antiga.

    Quem deve ir? Dubrovnik apela a fãs de história e cultura, além de viajantes millennials e, claro, fãs de “Game of Thrones”.

    Não perca: Caminhe pelas muralhas da cidade antiga durante o pôr do sol ou use o teleférico para ter uma vista panorâmica da cidade.

  • 11. Tóquio, Japão

    Por que ir? Você pode explorar as principais vistas, desde templos antigos até maravilhas eletrônicas e a cultura popular moderna, tudo isso andando por um dos melhores sistemas metroviários do mundo. Presencie um ritual de queima de madeira budista em algum dos maiores templos de Tóquio, e então visite o maior mercado de peixes que o mundo pode oferecer. Além disso, a cidade irá receber os Jogos Olímpicos de 2020.

    Quem deve ir? Apaixonados por comida.

    Não perca: Tóquio abriga mais estrelas do Guia Michelin do que Paris. Na cidade, que conta com mais de cem mil restaurantes, é possível experimentar pratos típicos como tempura, teppanyaki, yakitori, ramen, kaiseki e shabu shabu.

  • 12. Pigeon Forge, Tennessee

    Por que ir? As montanhas localizadas na região de Pigeon Forge contam com resorts de alto padrão, como o Blackberry Mountain. Segundo a consultora de viagens da Ovation Travel Group, Jill Fischbarg: “É um lugar mágico para relaxar, se desligar e se reconectar. Esse é o destino para o viajante que quer ficar em contato com a natureza”.

    Quem deve ir? Casais, pais de filhos recém-nascidos e pequenos grupos.

    Não perca: As caminhadas.

  • 13. Kotor, Montenegro

    Por que ir? Montenegro está emergindo como um destino no mediterrâneo desejado e não é mais visto como o primo pobre da Croácia. Lauren Shook, consultora de viagens da The Stein Collective afirma que o país é “o tesouro escondido do Adriático”. Hoje, Montenegro figura como um dos refúgios de luxo mais procurados. O hotel mais luxuoso do país, o Aman Sveti Stefan, aumentou o nível de hospitalidade, e a Marriott International acabou de anunciar que vai abrir um hotel de luxo da marca Ritz-Carlton em Montenegro em 2023.

    Quem deve ir? Viajantes ativos procurando por aventuras e casais em busca de relaxamento e privacidade.

    Não perca: A cidade de Kotor oferece experiências naturais e impressionantes para viajantes. É uma das antigas cidades melhor preservadas da costa Adriática e abriga diversas igrejas e museus.

  • 14. Cabo San Lucas/Los Cabos, México

    Por que ir? “Vistas magníficas do oceano”, afirma Cindy Salik, conselheira de viagem da Ovation Travel Group: “Se você ama pescar ou navegar, restaurantes incríveis e um pôr do sol magnífico, esse é o seu lugar”.

    Quem deve ir? Famílias e casais.

    Não perca: Golfe, viagens de barco e jantares. Em 2020, dois novos hotéis da Four Seasons e Ritz-Carlton serão inaugurados.

  • 15. Chiang Mai, Tailândia

    Por que ir? “Chiang Mai oferece a mistura perfeita entre cidade e aventura”, afirma Sylvia Lebovitch, consultora de viagens de luxo do Ovation Travel Group. Segundo ela, “explorar a cultura das tribos nas montanhas, comprar lembranças no mercado noturno e visitar santuários de elefantes são os destaques”.

    Quem deve ir? Famílias e casais (especialmente em lua de mel).

    Não perca: A visita a um santuário de elefantes, onde é possível ajudar a dar banho e alimentar os animais nos centros de reabilitação.

  • 16. Machu Picchu/Cusco, Peru

    Por que ir? O Peru tem muito a oferecer em cultura, história, natureza e alimentação. E tem Machu Picchu. Não é preciso dizer mais nada.

    Quem deve ir? Apaixonados por história, aventureiros e amantes de cultura.

    Não perca: Realize a subida até Machu Picchu bem cedo e veja os cenários fotogênicos da cidade colonial espanhola de Cusco.

  • 17. Melbourne, Austrália

    Por que ir? A cidade cosmopolita é conhecida pela artes e pela qualidade de vida. Tem um ar europeu maior do que Sydney. Gina Gabbard, vice presidente sênior de lazer e conselheira independente do Ovation Travel Group, afirma que “a arte urbana de Melbourne é vibrante e suas paisagens estão em constante mudança, quase diária”.

    Quem deve ir? Amantes de arte e viajantes jovens.

    Não perca: Melbourne oferece 76 mil espetáculos ao vivo por ano contra os 36 mil de Nova York. Isso significa muita música.

  • 18. Mendoza, Argentina

    Por que ir? Mendoza está localizada na região vinícola da Argentina, mas também é conhecida pelo turismo de aventura, graças à proximidade com os Andes.

    Quem deve ir? Amantes de vinhos e da natureza.

    Não perca: O Vale do Uco, localizado a 90 minutos da cidade de Mendoza.

  • 19. Vira Vira, Chile

    Por que ir? Na primavera do hemisfério sul, é possível esquiar ou andar perto do vulcão ativo Villarrica pela manhã, e então caminhar por uma das florestas nacionais com um suéter para apreciar as cachoeiras ou praticar rafting nelas. Esse é um destino válido pelo ano todo.

    Quem deve ir? Famílias e casais ativos, é um lugar pacífico, mas cheio de aventuras.

    Não perca: Caminhada na neve pelas florestas ou trilhas até o topo de Villarrica e visita a casas de índios Mapuche.

  • 20. San Miguel de Allende, México

    Por que ir? “Esse é o destino perfeito para viajantes ricos que procuram acomodações elegantes”, afirma Barbara Hammer, assessora de viagens de luxo no Ovation Travel Group. Para acompanhar a visita, ela recomenda uma parada na Cidade do México para comprar arte.

    Quem deve ir? Amantes de aventuras procurando algo um pouco mais rústico.

    Não perca: Alguns lugares imperdíveis são o Mercado de Artesanías, onde se vendem artesanatos, e a Fábrica la Aurora, uma antiga fábrica que abriga diversas galerias de arte e restaurantes.

1. Amangiri/Lake Powell, Utah/Antelope Canyon, Arizona

Por que ir? “O cenário e os elementos externos são diferentes de qualquer outro lugar nos EUA”, diz Fallon Hirschhorn, designer de viagens de luxo do The Stein Collective, afiliado do Ovation Travel Group. Além disso, fica a apenas quatro horas de carro de Phoenix ou Vegas, e é facilmente acessível de avião particular.

Quem deve ir? Amantes da natureza, viajantes querendo bem-estar e aqueles que procuram uma escapada ao ar livre.

Não perca: Explore as paredes de rocha vermelha do Slot e Antelope Canyon e admire as formações em forma de pináculo do Bryce Canyon National Park.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).