Antigo bunker de luxo da Guerra Fria em Londres está à venda por US$ 12,9 milhões

Divulgação
Divulgação

Mansão no cinturão verde da Inglaterra relembra filmes clássicos do James Bond

A propriedade de concreto de 3.000 metros quadrados é descrita como um “refúgio pandêmico” pelos seus vendedores, que até preveem os potenciais compradores como “um empresário reservado, celebridades evitando paparazzi, playboys jovens ou velhos, colecionadores de carros ou de troféus, pensadores inovadores ou um intelectual excêntrico.”

O próprio dono da mansão (ao invés do agente de vendas) escreveu uma descrição peculiar, de acordo com um porta-voz da FW Gapp – agência imobiliária que vende o imóvel listado, à venda por US$ 12,9 milhões no subúrbio de Mill Hill, Londres:

LEIA TAMBÉM: Shaquille O’Neal coloca mansão em Orlando à venda por US$ 19,5 milhões

Esta relíquia da Guerra Fria, que já foi parte de uma instalação militar, foi construída no início dos anos 1950 como uma “sala/casa de guerra” ou um centro de comando, pelo governo britânico em resposta à ameaça a uma guerra nuclear. O prédio da era atômica agora é uma casa de seis quartos situada em 1,5 hectares de terreno próprio. Invisível de vários pontos de vantagem, sem vizinhos próximos e com paredes reforçadas com aço de um metro e meio de espessura e mais amenidades de luxo, oferece o refúgio ideal para futuras pandemias ou outras ameaças mundiais.

Construída como uma estrutura de superfície de dois andares, a casa contemporânea em formato de caixa lembra os icônicos filmes antigos do James Bond. Desde de o piso superior à antiga sala de mapas, as áreas de estar em plano aberto e os quartos com paredes envidraçadas a toda a volta e portas que conduzem a um terraço no telhado. O andar térreo possui uma piscina coberta iluminada por claraboias, saunas seca e a vapor e uma sala de cinema. O seu recinto apresenta uma garagem para seis carros e um pátio com estacionamento para 12 carros. Paredes de concreto com portões elétricos de madeira cercam os jardins, lembrando o aspecto quase bruto da casa.

Perto do Finchley Golf Club, a casa fica no bairro de Barnet, em um terreno do cinturão verde da Inglaterra, de uma forma “longe dos limites do desenvolvimento”, de acordo com um artigo de 2010 do “The New York Times” sobre a propriedade. De acordo com a mesma reportagem, a casa, batizada de Seafield House, era originalmente “uma tumba sem janelas”. A ideia toda era criar uma arquitetura viva a partir da arquitetura morta, devido a sensação da época que refletia o medo de um holocausto nuclear e uma espécie de cenário do filme “Dr. Strangelove”, o famoso filme britânico dos anos 1960 que faz sátira da Guerra Fria, segundo o artigo do arquiteto londrino Dan Smith.

O vendedor da casa resume os destaques de sua localização da mesma maneira irônica, descrevendo-a como “um subúrbio do noroeste de Londres sem nada para oferecer; 13 quilômetros do centro de Londres, Mill Hill School, perto de Waitrose, um restaurante fino.”

De acordo com um porta-voz da FW Gapp, a propriedade de Partingdale Lane é uma casa individual, uma “única e completa” mansão isolada. Mantendo a sensação de sigilo da propriedade, o vendedor se recusou a comentar sobre a casa bunker e deseja permanecer anônimo.

LEIA TAMBÉM: Mansão de “Um Maluco no Pedaço” pode ser reservada no Airbnb

Veja na galeria a seguir algumas fotos desse idílico refúgio pandêmico em Londres:

  • A casa, batizada de Seafield House, era originalmente “uma tumba sem janelas”, mas agora desfruta de espaços vidrados, como os quartos

    Divulgação
  • A casa contemporânea é equipada com um cinema privado para assistir os clássicos filmes do James Bond que servem de inspiração para a casa

    Divulgação
  • Esta relíquia da Guerra Fria, que já foi parte de uma instalação militar, foi construída no início dos anos 1950

    Divulgação
  • Este idílico refúgio pandêmico em Londres está completo com uma piscina coberta

    Divulgação
  • O seu recinto apresenta uma garagem para seis carros e um pátio com estacionamento para 12 carros

    Divulgação

A casa, batizada de Seafield House, era originalmente “uma tumba sem janelas”, mas agora desfruta de espaços vidrados, como os quartos

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).