Honda planeja três novas plataformas de veículos elétricos até 2030

Montadora fabricará 2 milhões de EV's globalmente até 2030.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Aly Song/Reuters
Aly Song/Reuters

Honda fabricará 2 milhões de veículos elétricos globalmente até 2030

Acessibilidade


A Honda planeja lançar três novas plataformas de veículos elétricos até 2030, sendo uma a ser desenvolvida em conjunto com a General Motors, disse um executivo da companhia hoje (22).

Shinji Aoyama, chefe global de eletrificação da Honda, disse à Reuters que a montadora apresentará um mini veículo comercial elétrico no Japão em 2024 baseado em uma nova plataforma. O lançamento será seguido por um outro modelo elétrico na América do Norte em 2026, que será montado em uma plataforma nova para veículos grandes.

LEIA TAMBÉM: Carro e arte: conheça cinco clássicos da coleção do MoMA, em Nova York

Aoyama disse que uma terceira plataforma, que ele descreveu como tendo “tamanho médio”, será compartilhada com a General Motors, a partir de 2027.

As duas empresas disseram no início de abril que desenvolveriam em conjunto “veículos elétricos acessíveis” para os mercados globais, mas divulgaram poucos detalhes adicionais.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Se eles serão baseados no design da Honda ou na plataforma da GM ainda não foi decidido”, disse Aoyama.

“Não decidimos quais fábricas (ou) o que será produzido”, acrescentou. “Mas vamos compartilhar o processo” de fabricação “para permitir que os carros sejam produzidos em qualquer” fábrica, seja da Honda ou da GM.

Aoyama disse que a Honda vai usar a bateria Ultium, de próxima geração, da GM, embora as especificações não tenham sido finalizadas.

A Honda disse que planeja fabricar 2 milhões de veículos elétricos globalmente até 2030, incluindo os modelos de tamanho médio que estão sendo desenvolvidos com a GM.

Aoyama disse que a Honda está visando uma produção norte-americana de 750 mil a 800 mil veículos elétricos em 2030 e quase o mesmo volume na China, com outros 400 mil a 500 mil no Japão e outros mercados.

Compartilhe esta publicação: