Príncipe William foi diagnosticado com coronavírus em abril, mas manteve segredo

WPA Pool- Equipe/ Getty Images
WPA Pool- Equipe/ Getty Images

Diagnóstico veio alguns dias após o pai do Duque de Cambridge, o príncipe Charles, testar positivo para a Covid-19, segundo a mídia britânica

O príncipe William, o segundo na linha de sucessão ao trono britânico, testou positivo para o coronavírus em abril –quando os casos no Reino Unido começaram a aumentar exponencialmente– mas, manteve seu diagnóstico em segredo para evitar preocupações com sua condição, de acordo com os relatos do jornal “The Sun”, que relatou a história pela primeira vez.

O diagnóstico do príncipe William veio supostamente apenas alguns dias depois de dois outros poderosos britânicos terem testado positivo: o primeiro-ministro Boris Johnson e o próprio pai de William e herdeiro do trono, o príncipe Charles, de acordo com o “The Sun”.

LEIA MAIS: Príncipe William recruta celebridades para lançar prêmio ambiental global/a>

William pensou que anunciar seu próprio diagnóstico só causaria alarme, disse uma fonte anônima ao jornal, de modo que o palácio manteve em silêncio seu diagnóstico. Depois disso, mais fontes de dentro do palácio teriam confirmado à “BBC” que William havia sido infectado com o vírus.

A família real não quis comentar o assunto com o “The Sun” e a “BBC”, segundo os meios de comunicação.

O Reino Unido registrou mais de 1 milhão de casos confirmados de coronavírus e quase 47.000 mortes, de acordo com um rastreador da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos. Um recente aumento de novas infecções levou o governo a anunciar um segundo lockdown na Inglaterra, previsto para começar ainda esta semana.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).