Na Care Plus, humanização e diversidade também são assuntos de TI

Não perceber o nível de tecnologia envolvido nos processos é um bom sinal.

Brand Voice Care Plus
Compartilhe esta publicação:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“Buscamos melhorias contínuas, implementando novas funcionalidades em nossos canais e simplificando serviços para aprimorar a experiência”, diz Cibele Cardin, diretora de TI da Care Plus

Acessibilidade


Focada no atendimento excelente e humanizado, a Care Plus utiliza a tecnologia para elevar a experiência do cliente, seja com serviços pioneiros – como a telemedicina e o atendimento digitalizado –, seja com programas preventivos criados a partir de minuciosa análise de seu público, do segmento premium. “Utilizamos nossas pesquisas para direcionar o que é preciso, em termos de tecnologia, para prover o que há de ponta no mercado, tendo o cliente no centro de tudo”, conta Cibele Cardin, diretora de TI da Care Plus.

Bem-sucedida em um ramo majoritariamente masculino, Cibele relaciona muito bem a tecnologia, a experiência do usuário e o desafio de ser mulher na área. “A TI é um mar de oportunidades. Ela inova serviços, viabiliza produtos antes impensáveis, integra canais de atendimento. Para o profissional, é uma carreira que propicia crescimento e destaque”, afirma.

Foi essa profusão de virtudes que levou Cibele para a tecnologia. Com gosto pela matéria e tino para o sucesso profissional, a diretora sempre soube que a área era composta basicamente por homens, mas diz nunca ter dado atenção a esse detalhe. “Se você quer uma carreira com grande demanda, é a TI. É uma área dominada por homens? É. Mas nunca levei isso em consideração, muito pelo contrário, fui em busca daquilo que me motivava, me inspirava.” E completa: “Simplesmente me coloquei no mesmo nível. Me preparei, como faria em qualquer outra profissão, e segui em frente”.

Cibele seguiu em frente mesmo: há uma década ocupando o posto de CIO em diferentes multinacionais, ela está na vanguarda do que se convencionou chamar de transformação digital. “Meu trabalho é conectar a tecnologia às demandas do negócio”, explica a especialista. “Na Care Plus, fortalecemos a segurança e a interoperabilidade dos sistemas e desenvolvemos ferramentas que dão ampla visão do beneficiário, integrando medicina, saúde dental e ocupacional. Além disso, agilizamos o atendimento nos canais e simplificamos serviços, com uma cultura voltada ao grau de satisfação do cliente.”

Sua atuação chamou a atenção até mesmo da controladora inglesa da Care Plus, a Bupa, que a convidou para ser uma das juradas do hackathon que o grupo realizou em Londres no final de 2021. O evento reuniu equipes do mundo todo, que apresentaram inovações baseadas em tecnologia e com foco no cliente. Foi, sem dúvida, um enorme reconhecimento de sua capacidade.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Cibele usa seu talento para que os diferentes públicos da Care Plus não precisem pensar em ferramentas, processos, atualizações e afins. Sua expertise é tornar tudo sempre mais amigável, mais humano, como a Care Plus gosta de atender seu cliente. Com sua competência, ela rompe estigmas e encoraja outras mulheres a seguirem carreira na tecnologia. E, assim, à sua maneira, ela transforma o mundo.

* Brand Voice é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: