Hypera paga menos impostos e tem lucro 21% maior no 2º tri

O lucro líquido da Hypera de abril a junho somou R$ 336,9 milhões

O grupo farmacêutico Hypera teve lucro maior no segundo trimestre, beneficiado pelo pagamento menor de impostos, que compensou o efeito do aumento de despesas com marketing e a queda nas margens da receita.

LEIA MAIS: Farmacêutica Bristol-Myers compra Celgene por US$ 74 bi

A companhia anunciou ontem (26) que seu lucro líquido de abril a junho somou R$ 336,9 milhões, montante 21,3% maior em relação ao mesmo período de 2018, “refletindo principalmente a redução da taxa efetiva de imposto de renda por conta de juros sobre capital próprio”, afirmou a companhia no relatório.

A alíquota menor de impostos refletiu o pagamento de R$ 161,3 milhões em juros sobre o capital próprio no trimestre.

A receita líquida cresceu apenas 5,8% ano a ano, para R$ 973,5 milhões, movimento atribuído pela companhia ao fato de ter adotado uma política comercial diferente.

O desempenho da Hypera medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de operações continuadas caiu 16,7%, para R$ 282,8 milhões. A margem Ebitda desabou 7,8 pontos percentuais, a 29,1%.

A empresa alegou que a queda refletiu maiores investimentos em inovação, visitação médica e ponto de venda, o que resultou no aumento das despesas com vendas e marketing.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).