Nubank capta US$ 400 milhões em rodada liderada pelo TCV

Reuters
O aporte no Nubank foi acompanhado de Tencent, DST Global, Sequoia Capital, Dragoneer, Ribbit e Thrive Capital

A plataforma de serviços financeiros Nubank anunciou hoje (26) que recebeu um investimento de US$ 400 milhões numa nova rodada de investimento liderada pelo fundo norte-americano TCV.

LEIA MAIS: Nubank vai iniciar teste para pessoas jurídicas

O aporte foi acompanhado de Tencent, DST Global, Sequoia Capital, Dragoneer, Ribbit e Thrive Capital, que já participaram em aportes anteriores no Nubank.

“Isso vai nos ajudar com nossa expansão das nossas operações no Brasil e nos nossos novos mercados, México e Argentina”, disse à Reuters o presidente e sócio-fundador do Nubank, David Vélez, em entrevista por telefone.

Este é o sétimo aporte recebido pela fintech, que surgiu em 2013 e que hoje tem cerca de 12 milhões de clientes. Segundo o Nubank, incluindo o aporte anunciado nesta sexta-feira, já recebeu US$ 820 milhões.

Com os sucessivos investimentos recebidos nos últimos anos, a companhia vem expandindo rapidamente tanto em termos de área de atuação como geograficamente. Hoje se apresenta como a sexta maior instituição financeira do país em número de clientes.

Após anos concentrado em seu principal produto, o de cartões de crédito sem anuidade, e tendo recebido licença como instituição financeira, o Nubank lançou no começo do ano empréstimos pessoais. Na semana passada, anunciou que vai abrir contas para pequenas e médias empresas.

E maio, a plataforma estreou no México. No mês passado, abriu operações na Argentina. Segundo Vélez, o plano por ora é se concentrar nesses dois mercados além do Brasil. O Nubank tem no conjunto um total de 1.700 empregados, incluindo um escritório na Alemanha.

VEJA TAMBÉM: Nubank inaugura escritório no México

Vélez declinou de comentar sobre qual a participação os investidores terão na empresa com o novo aporte, dizendo apenas que será “bem minoritária”.

Com sede na Califórnia, o TCV já investiu em empresas como o serviço de streaming de vídeo Netflix, o de streaming de música de áudio Spotify e a plataforma de hospedagem Airbnb.

O anúncio do investimento chega quase dois meses após notícias de que o Nubank negociava receber uma aporte de cerca de um bilhão de dólares do grupo japonês Softbank, processo que avaliaria a fintech em cerca de US$ 10 bilhões, mas que não evoluiu.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).