SoftBank lidera aporte de US$ 231 mi na Creditas

Toru Hanai/Reuters
O aporte do Softbank deve aumentar a competição no setor bancário brasileiro

O grupo japonês SoftBank lidera uma nova rodada de financiamento de US$ 231 milhões para a plataforma de empréstimos brasileira Creditas, em transação que avalia a empresa em US$ 750 milhões e que vai financiar sua expansão na América Latina, disse Sergio Furio, fundador da Creditas.

LEIA MAIS: Parceria Toyota e Softbank começa a operar em 2020

O aporte do Softbank deve aumentar a competição no setor bancário brasileiro, no qual os cinco principais bancos do país detêm 82% do total de ativos.

“Embora exista uma grande demanda por empréstimo no Brasil, o mercado é ineficiente”, disse Akshay Naheta, sócio-gerente da SoftBank Investment Advisers, assessora do Vision Fund, em comunicado. O SoftBank Vision Fund é um dos veículos que investem na Creditas.

Parte dos recursos será usada para expansão em outros lugares da América Latina, começando pela oferta de crédito garantido por bens no México ainda este ano. No México, o crédito doméstico concedido pelo setor financeiro equivale a 54,5% do produto interno bruto, muito abaixo dos 114% no Brasil, segundo o Banco Mundial.

Fundada em 2012 por Furio, um ex-consultor espanhol que agora é também seu presidente-executivo, a Creditas se especializou em empréstimos que, por serem garantidos por ativos como casas e automóveis, possuem taxas de juros mais baixas do que os empréstimos bancários tradicionais.

Os recursos do investimento da SoftBank serão usados ​​para expandir o portfólio de produtos da Creditas, melhorar sua tecnologia e aumentar o número de funcionários, disse Furio em uma entrevista.

A Creditas também começará a oferecer crédito consignado, um mercado quase intocado pelos grandes bancos, e a financiar as compras de automóveis e residências, disse Furio, além de serviços relacionados.

VEJA TAMBÉM: Nubank negocia aporte liderado pelo SoftBank

“No futuro, os empréstimos serão mais do que o desembolso de dinheiro, eles farão parte de uma solução completa oferecida aos clientes”, disse ele. Além de fornecer o financiamento para a reforma de imóveis, a Creditas oferecerá os próprios serviços de reforma.

Furio disse que as receitas da plataforma de empréstimo devem se expandir 30 vezes até 2021, mas não divulgou os números.

O SoftBank Vision Fund e o SoftBank Group Corp estão fazendo o aporte na Creditas, mas a participação do último na Creditas deverá ser transferida para o recém-criado SoftBank Latin America Fund da SoftBank.

A Vostok Emerging Finance, o Santander InnoVentures e a Amadeus Capital, que já eram investidores da Creditas, participam da rodada de financiamento junto com o SoftBank.

Até agora, a Creditas levantou US$ 314 milhões em quatro rodadas de financiamento, que incluem também os investidores Kaszek Ventures, Fundo Accion Frontier da Quona, Redpoint eVentures, QED Investors, Naspers Fintech, International Finance Corporation e Endeavor’s Catalyst Fund.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).