Vamos desestatizar mercado de crédito no Brasil, diz Guedes

Adriano Machado/Reuters
Guedes disse ainda que o governo anunciará dentro de duas semanas medidas para baratear o custo da energia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reiterou hoje (16) a meta do governo de acelerar privatizações e de “despedalar” bancos públicos, com desestatização do mercado de crédito no Brasil.

LEIA MAIS: Privatização deve dominar mercado de capitais no Brasil em 2019

Segundo Guedes, os juros no crédito livre são “altíssimos”, com o crédito concentrado em “quatro, cinco” bancos e recolhimento dos depósitos compulsórios “muito alto”. De acordo com o ministro, essa série de “imperfeições” joga os juros “na Lua”.

Guedes disse ainda que, por determinação do presidente Jair Bolsonaro, o governo anunciará dentro de duas semanas medidas para baratear o custo da energia, tratado pela equipe econômica como um “choque de energia barata”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).