Avast é alvo de ataque digital, afirmam empresa e contra-inteligência tcheca

David W Cerny/Reuters
A Avast disse em comunicado que encontrou comportamento suspeito em sua rede em 23 de setembro

A Avast e o serviço de contra-inteligência tcheco BIS disseram hoje (21) que detectaram um ataque contra a empresa de software de segurança e que o BIS suspeita ter vindo da China.

LEIA MAIS: Avast atualiza previsão para 2019 com alta na demanda de produtos de privacidade

A Avast disse em comunicado que encontrou comportamento suspeito em sua rede em 23 de setembro e abriu uma investigação envolvendo o BIS e a polícia tcheca, juntamente com uma equipe forense externa.

O BIS afirmou em comunicado que – com a contribuição de parceiros estrangeiros – detectou uma ameaça aos produtos da Avast, uma empresa fundada na República Tcheca.

“Tudo, desde a análise de dados até o momento, sugere que o ataque veio da China, com a intenção de assumir o controle da popular ferramenta de otimização CCleaner, e também através dos computadores dos usuários”, afirmou o BIS em comunicado.

A Avast, no entanto, disse que não sabia quem estava por trás do ataque.

A vice-presidente de segurança da informação, Jaya Baloo, disse que o invasor, usando credenciais comprometidas por meio de um perfil de VPN temporário, acessou com sucesso sua rede. Houve várias tentativas entre 14 de maio e 4 de outubro, disse Baloo.

A empresa afirmou ter verificado que não foram feitas alterações maliciosas nas versões anteriores do software e que parou a implementação de novas atualizações. Também enviou uma atualização limpa do produto aos usuários em 15 de outubro e revogou um certificado anterior.

VEJA TAMBÉM: CEO do Avast terá salário anual de US$ 1

“Tendo tomado todas essas precauções, estamos confiantes em dizer que os usuários do CCleaner estão protegidos e não serão afetados”, disse a Avast.

“Está claro que essa foi uma tentativa extremamente sofisticada contra nós, que não pretendia deixar vestígios do invasor ou de seus propósitos, e que ele estava agindo com cautela excepcional para não ser detectado.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).