Equinor lucra menos que o esperado no 3º trimestre

ReproduçãoForbes
O lucro ajustado antes de juros e impostos da Equinor caiu para US$ 2,59 bilhões no terceiro trimestre

O lucro da Equinor no terceiro trimestre recuou mais que o esperado após forte queda no volume e no preço do gás natural vendido para a Europa, embora a empresa norueguesa tenha reiterado sua estimativa de produção estável para 2019.

A petroleira também confirmou planos para atingir a fase 1 de produção de 440 mil barris em seu gigantesco campo de petróleo de Johan Sverdrup até o final do verão de 2020 (no Hemisfério Norte), após a perfuração de novos poços.

VEJA MAIS: Qualcomm cria fundo de US$ 200 mi para empresas que usam 5G fora de smartphones

“Provavelmente a informação mais interessante no balanço do terceiro trimestre tenha sido que Sverdrup agora produz mais de 200 mil barris de óleo equivalente por dia, o que implica um potencial de 2% a 4% no lucro por ação nas estimativas de 2019/20”, disse Teodor Sveen-Nilsen, do Sparebank 1 Markets.

O lucro ajustado antes de juros e impostos (Ebit, na sigla em inglês) da Equinor caiu para US$ 2,59 bilhões no terceiro trimestre, ante US$ 4,84 bilhões em igual período de 2018. Um grupo de 23 analistas compilados pela empresa estimavam um Ebit ajustado de US$ 2,69 bilhões.

“Mantemos uma forte disciplina em custo e capital, mas nossos resultados foram afetados pelos preços mais baixos de commodities no trimestre… Decidimos usar nossa flexibilidade para adiar a produção de gás para períodos com expectativa de preços mais altos”, disse o presidente-executivo da Equinor, Eldar Saetre.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).