Morgan Stanley e Goldman Sachs devem liderar a listagem em bolsa do Airbnb

Spencer Platt?Getty Images
Airbnb se prepara para listar ações na bolsa de valores

O Airbnb, empresa de aluguel de casas de curto prazo, deverá contratar o Morgan Stanley e o Goldman Sachs Group como coordenadores líderes em sua planejada listagem no mercado acionário no próximo ano, afirmaram fontes familiarizadas com o assunto ontem (2).

LEIA MAIS: Como os anfitriões profissionais se adaptam à demanda por aluguel de qualidade do Airbnb

As nomeações representariam outra atribuição de alto nível para os bancos de investimento, embora potencialmente menos lucrativas do que o habitual. Isso ocorre porque o Airbnb está inclinado a abrir seu capital por meio de uma lista direta, em vez de uma oferta pública inicial (IPO), disseram fontes.

Em um IPO, as ações são vendidas pela empresa ou seus investidores em um processo gerenciado pelos bancos de investimento como subscritores. Em uma listagem direta, no entanto, nenhuma nova ação é vendida, e o papel dos bancos de investimento é mais do que aconselhar sobre as condições do mercado, em oposição à subscrição.

Como resultado, as empresas podem economizar nas taxas de banco de investimento que pagam por meio de uma listagem direta.

VEJA TAMBÉM: Airbnb quer explicar melhor seu modelo de hospedagem no Brasil

O Airbnb está considerando a abertura de capital em meados de 2020, disse uma das fontes, uma linha do tempo que ajudaria a evitar qualquer volatilidade do mercado de ações antes das eleições presidenciais dos EUA em novembro do próximo ano.

As fontes pediram anonimato para falar sobre o acordo e alertaram que os planos ainda estão sujeitos a alterações. O Airbnb, o Morgan Stanley e o Goldman Sachs se recusaram a comentar.

O Airbnb disse no mês passado que planeja se tornar uma empresa de capital aberto em 2020. A companhia foi avaliada em US$ 31 bilhões em sua mais recente rodada de captação de recursos privados, de acordo com o provedor de dados PitchBook. Ela vendeu ações no mercado privado no início deste ano em operação que a avaliou em, aproximadamente, US$ 35 bilhões ao redor da época em que comprou o HotelTonight, informou a Vox.

As ações estão sendo negociadas no mercado privado a um preço que avalia o Airbnb em cerca de US$ 46 bilhões, disseram fontes, alertando que volumes tão baixos de negociação podem inflacionar o preço.

Em comparação, a Hilton Worldwide Holdings e a Marriott International possuem valor de mercado de cerca de US$ 26 bilhões e US$ 40 bilhões, respectivamente.

Com uma listagem direta, o Airbnb seguiria o caminho adotado pela empresa de streaming de música Spotify Technology e pela empresa de mensagens no local de trabalho Slack Technologies, em 2018 e 2019, respectivamente.
Morgan Stanley, Goldman Sachs e Allen & Co foram os três bancos de investimento que prestaram consultoria nas listagens Spotify e Slack.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).