Taxa de ocupação da Azul cresce em setembro

Roosevelt Cassio/ Reuters
Demanda por assentos aumentou 31% em setembro em relação ao mesmo período de 2018

A companhia aérea Azul afirmou ontem (7) que a demanda consolidada por assentos em seus voos em setembro aumentou 31% ante mesma etapa de 2018.

LEIA MAIS: Avianca Holdings faz acordo de codeshare com Azul

Ao mesmo tempo, a oferta de assentos pela companhia teve alta de 30,8% no mês passado contra um ano antes, resultando em uma taxa de ocupação de 83,3%, aumento de 0,1%.

Nos voos domésticos, a taxa de ocupação caiu 0,5% no comparativo anual, para 82,1%, enquanto nas operações internacionais, essa taxa evoluiu 2,7%, para 87,7%, informou a Azul em comunicado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).