Vendas do McDonald’s nos EUA frustram expectativas

As vendas nos restaurantes dos EUA abertos há pelo menos 13 meses aumentaram 4,8% no terceiro trimestre

O McDonald’s Corp frustrou hoje (22) expectativas de Wall Street para vendas trimestrais em seus estabelecimentos norte-americanos, enquanto enfrenta intensa concorrência de cadeias de fast food e restaurantes rivais que oferecem opções baseadas em plantas.

LEIA MAIS: João Branco: McDonald’s está a um passo de ser todo personalizado

A maior cadeia de fast food do mundo seguiu caminho do Burger King, da Restaurant Brands, e do KFC, da Yum Brands, ao oferecer hambúrgueres à base de plantas, tendo feito parceria com a Beyond Meat, mas apenas no mês passado no Canadá.

As vendas nos restaurantes dos EUA abertos há pelo menos 13 meses aumentaram 4,8% no terceiro trimestre encerrado em 30 de setembro, abaixo do crescimento de 5,17% esperado pelos analistas, de acordo com dados IBES da Refinitiv.

Globalmente, o McDonald’s registrou um crescimento comparável de vendas de 5,9%, que ficou acima do esperado, impulsionado por um forte crescimento em mercados como o Reino Unido e a França.

A empresa teve lucro de US$ 2,11 por ação. Analistas, contudo, esperavam lucro de US$ 2,21.

A receita total, incluindo operações nos EUA e no exterior, aumentou para US$ 5,43 bilhões, um pouco abaixo das expectativas dos analistas de US$ 5,49 bilhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).