Cemig tem prejuízo líquido de R$ 281,8 mi no 3º tri

Estatal mineira Cemig reportou prejuízo líquido de R$ 281,8 milhões no terceiro trimestre

A estatal mineira Cemig reportou ontem (14) um prejuízo líquido de R$ 281,8 milhões no terceiro trimestre, contra um lucro de R$ 244,5 milhões no mesmo período de 2018, impactada por um contingenciamento bilionário para o cumprimento de contribuições tributárias.

LEIA MAIS: Cemig lucra R$ 2,1 bi com ajuda de créditos de tributos

O valor contingenciado, de R$ 1,18 bilhão, relativo ao pagamento de participação nos lucros e resultados a seus funcionários entre 1999 e 2016, não pôde ser compensado pela operação de desinvestimento na ex-controlada Light.

De acordo com a Cemig, o contingenciamento foi realizado após decisão desfavorável do Tribunal Regional Federal da 1º Região, que considerou que a estatal não estabeleceu regras claras e objetivas para a distribuição dos valores, em processo movido pela Receita Federal.

À parte do impacto negativo, a companhia citou reconhecimento do ganho resultante da alienação do controle da Light e remensuração de participação remanescente no valor líquido de R$ 224 milhões.

VEJA TAMBÉM: Conselho da Cemig GT aprova compra de fatia na Renova

Em julho, a Cemig reduziu sua participação na Light de quase 50% para 22,6%, após uma oferta pública de ações. O ganho de capital líquido de tributos decorrente dessa operação foi de R$ 72,866 milhões.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado somou R$ 984 milhões, alta de 9% ante o mesmo período do ano passado.

Em seu balanço, a empresa reportou ainda receita líquida de R$ 6,07 bilhões, recuo de 2,9% em relação a igual período de 2018.

A dívida líquida da Cemig terminou o trimestre em R$ 13,6 bilhões, baixa de 0,57% frente mesma etapa do ano passado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).