Copel aumenta lucro no 3º tri com itens extraordinários

O lucro líquido da Copel teve alta de 42,4% na comparação anual

A estatal paranaense de energia Copel teve lucro líquido de R$ 613,5 milhões no terceiro trimestre, alta de 42,4% na comparação anual, com o resultado da empresa sendo impulsionado por alguns itens extraordinários.

LEIA MAIS: Lucro da Copel avança 42% no 1° trimestre

A elétrica, com negócios em geração, distribuição e transmissão, teve um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de R$ 1,2 bilhão no período, avanço de 40,5% na comparação anual, segundo balanço divulgado na noite de terça-feira (12).

Segundo a Copel, esse resultado é explicado, basicamente, pelos itens não recorrentes referentes à reversão líquida de provisões de impairment no valor de R$ 102,6 milhões (referentes a ativos de geração e telecomunicações).

Além disso, a companhia contou com o resultado do trânsito em julgado da ação em que a distribuidora Compagas discutia a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Pasep e Cofins, com efeito de R$ 100,9 milhões na receita operacional; e também com resultado positivo de R$ 82,8 milhões referente ao valor justo na compra e venda de energia da Copel Comercialização.

A receita líquida da companhia caiu 1,3% na comparação com o mesmo trimestre de 2018, para R$ 4,25 bilhões.

O mercado fio da Copel avançou 1,6% para 7.342 GWh.

INVESTIMENTO

Em comunicado separado, a Copel informou que o conselho de administração aprovou investimento de R$ 2,1 bilhões para 2020, sendo que a área de distribuição ficará com cerca de metade.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).