Havan registra lucro líquido 27% maior no terceiro trimestre

Divulgação
Luciano Hang, proprietário da rede de lojas de departamento

A varejista catarinense Havan reportou ontem (13) um lucro líquido 27,59% maior no terceiro trimestre, para R$ 681 milhões, contra os R$ 534 milhões do mesmo período do ano passado.

LEIA MAIS: Os 10 novos bilionários mais notáveis de 2019

Embora as despesas tenham aumentado – tanto com pessoal (incremento de 52,44%) quanto com atividades gerais e administrativas (68,14%) -, a rede de lojas de departamentos, que conta com 132 unidades físicas em 16 estados e no Distrito Federal e comércio eletrônico, registrou um incremento de 53,38% na receita operacional líquida sobre o período equivalente de 2018, saindo de R$ 3,5 bilhões para R$ 5,4 bilhões.

O índice de crescimento no segmento mesmas lojas foi de 42,72%, ante 28,86% na mesma etapa de 2018.

A Havan fechou o ano passado com faturamento superior a R$ 7 bilhões, um crescimento de 40% em relação a 2017. A meta para 2019, segundo a empresa, era passar dos R$ 10 bilhões. Para isso, anunciou investimentos da ordem de R$ 500 milhões em inovação, ampliação – só este ano, até agora, foram inauguradas 12 lojas –, tecnologia e automação do centro de distribuição localizado em Barra Velha, Santa Catarina.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).