Adobe registra receita e lucro acima de estimativas no 4° trimestre

A receita da unidade de mídia digital da Adobe aumentou cerca de 22%, para US$ 2,08 bilhões no trimestre

A Adobe superou as estimativas de Wall Street de lucro e receita no quarto trimestre com uma alta no número de assinantes em seu principal negócio de mídia digital, que inclui o pacote de softwares Creative Cloud.

Em um mercado de computação em nuvem dominado por fornecedores de software como Microsoft e Salesforce.com, a Adobe criou um nicho de mercado por sua criatividade e ofertas de software relacionadas a design, como Photoshop e Illustrator.

LEIA MAIS: Para Federico Grosso, da Adobe, aprendizado constante é fundamental para o sucesso

A receita de sua unidade de mídia digital aumentou cerca de 22%, para US$ 2,08 bilhões no trimestre, superando as estimativas anteriores de US$ 2,05 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

O lucro líquido da empresa aumentou para US$ 851,9 milhões, ou US$ 1,74 por ação, no trimestre encerrado em 29 de novembro, ante US$ 678,2 milhões, ou US$ 1,37 por ação, no ano anterior.

A empresa, no entanto, prevê uma receita no primeiro trimestre de US$ 3,04 bilhões, abaixo das expectativas de Wall Street, de US$ 3,09 bilhões, dado que enfrenta uma intensa concorrência em um mercado de nuvem em rápido crescimento, que deverá atingir o valor de US$ 266,4 bilhões em 2020, de acordo com um relatório da Statista.

A receita trimestral total aumentou cerca de 21%, para US$ 2,99 bilhões. Analistas esperavam receita de 2,97 bilhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).