Cruzeiro do Sul Educacional compra Universidade Positivo no Paraná

gettyimages-KlausVedfelt
gettyimages-KlausVedfelt

Com a aquisição, a Cruzeiro do Sul Educacional passa a atender cerca de 350 mil alunos

A Cruzeiro do Sul Educacional anunciou hoje (5) a compra da Universidade Positivo, no Paraná, ampliando sua base de alunos em 33 mil estudantes.

O valor do negócio não foi revelado. Dos 33 mil alunos da Universidade Positivo, 23 mil estudam na modalidade presencial em oito campi da empresa.

Em comunicado, o presidente da Positivo Educacional, Lucas Guimarães, afirmou que com a venda encerra a reorganização do portfólio de ativos do Grupo Positivo, que tem atuação no setor de tecnologia por meio da Positivo Tecnologia.

LEIA MAIS: GM e LG Chem investem US$ 2,3 bi em fábrica de baterias

Com a aquisição, a Cruzeiro do Sul Educacional passa a atender cerca de 350 mil alunos e a contar com mais de 9.100 funcionários, por meio de 17 instituições presenciais de educação básica e ensino superior nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte-Nordeste.

O Grupo Positivo tinha colocado à venda suas divisões de educação à venda em meados do ano passado, buscando ofertas para três unidades de educação separadas: a universidade, escolas privadas e sistemas de ensino, disseram fontes à Reuters na época. Em maio deste ano, a Arco Platform comprou o Sistema Positivo de Ensino por R$ 1,65 bilhão.

Além da Cruzeiro do Sul, tinham apresentado propostas pela Universidade Positivo Yduqs e Ser Educacional, afirmaram as fontes.

Guimarães afirmou que com a venda da universidade o grupo poderá “priorizar foco e investimentos nas demais áreas de atuação, especialmente nas nossas frentes de ensino básico. Poderemos concentrar mais esforços em realizar novas aquisições e investir na qualidade de nossa rede de escolas”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).