Ações da Netflix caem diante de queda no número de usuários ativos

ReutersConnect/Gonzalo Fuentes
Estimativa de baixo crescimento em 2020 e queda no quarto trimestre de 2019 marcam momento da empesa de streaming

As ações da Netflix caíam hoje (3), após o Business Insider informar que os usuários ativos diários do serviço de streaming caíram 3% no quarto trimestre em relação ao trimestre anterior, citando dados da SimilarWeb.

LEIA MAIS: A década Netflix: como uma empresa mudou a maneira com vemos TV

O Goldman Sachs disse em dezembro que o consenso da estimativa para o crescimento do número de assinantes e outros dados financeiros da empresa para 2020 era muito baixo.

Os papéis do serviço de streaming acumularam alta de cerca de 20,5% em 2019.

Às 15:19 (horário de Brasília), a ação da empresa negociada na Nasdaq tinha queda de 0,5%, após ter chegado a cair 2%.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).