Ações do controlador do GPA despencam após corte em previsão

Amanda Perobelli/Reuters
Ações do Casino chegaram a despencar 10% hoje depois que o varejista francês controlador do GPA reduziu sua previsão de resultado na França em 2019

As ações do Casino chegaram a despencar 10% hoje depois que o varejista francês controlador do GPA reduziu sua previsão de resultado na França em 2019, citando impacto das manifestações contra reforma da previdência que atingiram o país no quarto trimestre.

O grupo agora espera que seu lucro na França, excluindo atividades imobiliárias, tenha crescido 5% em 2019 em vez dos 10% estimados anteriormente.

VEJA TAMBÉM: Vendas do GPA saltam 24% no 4º tri com impulso de Assaí

Às 8h49 (horário de Brasília), as ações do Casino recuavam 7,4%, liderando as quedas da bolsa de Paris. A empresa deve divulgar resultado dos três últimos meses do ano passado em fevereiro ou março.

A rival francesa Fnac Darty também despencava, 9,2%, depois que afirmou que a receita do quarto trimestre caiu em 70 milhões de euros por causa dos protestos.

Já os papéis do Carrefour, que divulga relatório de vendas do quarto trimestre em 23 de janeiro, mostravam recuo de 0,27%.

Acrescentando pressão ao Casino, notícias publicadas na quinta-feira afirmaram que alguns detentores de títulos de dívida da controladora Rallye rejeitaram proposta de reestruturação prevista em um plano de resgate.

As ações da Rallye recuavam 3,45% nesta sexta-feira. A empresa não comentou o assunto. Uma nova reunião de credores está marcada para 27 de janeiro.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).