Caixa Seguridade faz acordo com Icatu em capitalização

Pilar Olivares/Reuters
Pilar Olivares/Reuters

Caixa Seguridade terá 75% de participação no negócio, sendo 49,99% das ações ordinárias e 100% das ações preferenciais

A Caixa Seguridade, braço de seguros e previdência da Caixa Econômica Federal, anunciou nesta segunda-feira que firmou acordo com a Icatu Seguros em capitalização, numa das últimas etapas antes de levar adiante uma oferta inicial de ações (IPO).

Pelos termos do acordo, a Caixa Seguridade terá 75% de participação no negócio, sendo 49,99% das ações ordinárias e 100% das ações preferenciais. Já a Icatu terá 50,01% das ações ordinárias, o equivalente a 25% do capital da companhia, que vai vender produtos de capitalização no balcão da Caixa Econômica.

VEJA TAMBÉM: Caixa Econômica Federal define sindicato de bancos para IPO de unidade de seguros

No fechamento da operação, com prazo definido para 4 de janeiro de 2021, a Icatu subscreverá aumento de capital de 180 milhões de reais na companhia, valor que será repassado à Caixa Econômica Federal, segundo trecho do fato relevante.

A nova companhia irá remunerar a Caixa Seguridade com as despesas totais de comercialização por produto em valores predefinidos, além de uma taxa de performance atrelada ao desempenho anual em volume e lucratividade.

E a Icatu também pagará à Caixa Econômica Federal um bônus anual correspondente a 75% do valor dos dividendos recebidos na companhia que excederem metas estabelecidas para cada ano.

A Caixa Seguridade explicou ainda que ela e a Icatu indicarão quatro membros para o conselho de administração cada uma, e a presidência será rotativa e alternada entre os acionistas. Além disso, a diretoria executiva da companhia será composta por quatro membros, com indicação paritária dos sócios.

A parceria em capitalização é uma das últimas etapas da Caixa Seguridade na preparação para se listar na bolsa com um IPO em abril, que os sócios estimam que pode render na oferta secundária algo entre 10 bilhões e 15 bilhões de reais, segundo uma fonte com conhecimento direto do assunto.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).