Trump diz que acordo comercial com a China pode ser assinado pouco depois de 15 de janeiro

Erin Scott/Reuters
Donald Trump revelou que o acordo comercial com a China pode ser assinado um pouco depois do dia 15 de janeiro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que anunciou no mês passado que a fase um do acordo comercial com a China seria assinado em 15 de janeiro, afirmou ontem (10) que ele será assinado “logo depois”.

Em entrevista à afiliada da “ABC TV” em Toledo, Ohio, Trump disse: “Vamos assinar em 15 de janeiro – acho que será em 15 de janeiro, mas pouco depois, mas acho que 15 de janeiro – um grande acordo com a China.”

LEIA MAIS: Vice-premiê da China assinará acordo comercial com os EUA na próxima semana

Trump anunciou a data de 15 de janeiro para a assinatura em uma publicação no Twitter em 31 de dezembro.

A Casa Branca não respondeu imediatamente a um pedido de esclarecimento sobre as declarações do presidente.

O vice-premiê chinês, Liu He, chefe da equipe de negociação do país, assinará o acordo em Washington na próxima semana, informou na quinta-feira o Ministério do Comércio da China.

Liu visitará Washington entre 13 e 15 de janeiro, disse Gao Feng, porta-voz do ministério.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).