Lucro líquido da Hapvida recua a R$214,5 mi no 4º tri com aumento em custos

Forbes
As despesas totais somaram R$ 416,2, o que representa um aumento de 67,8% na comparação com o quarto trimestre de 2018

A Hapvida teve lucro líquido de 214,5 milhões de reais no quarto trimestre de 2019, queda de 8,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com dados disponíveis no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na madrugada de hoje (26).

A receita líquida da operadora de planos de saúde cresceu 47,4% e totalizou R$ 1,785 bilhão, mas os custos totais subiram 50,2%, a R$ 1,118 bilhão, afetados principalmente pelo salto de 417,1% na provisão de ressarcimento ao SUS.

VEJA TAMBÉM: Hapvida compra cooperativa médica por cerca de R$ 294 milhões

As despesas totais somaram R$ 416,2 milhões, o que representa um aumento de 67,8% na comparação com o quarto trimestre de 2018.

O número de beneficiários de planos de saúde apresentou crescimento de 49% ao fim do trimestre na comparação com o mesmo período do ano anterior, para 3,5 milhões.

Excluindo aquisições, Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 278,5 milhões de outubro a dezembro de 2019, alta de 20,6% ano a ano. Com as aquisições, o Ebitda cresceu 49,1%, para R$344,3 milhões.

O fluxo de caixa livre excluindo aquisições ficou positivo em R$ 36,7 milhões. Incluindo aquisições, foi negativo em R$ 5 bilhões. Um ano antes, o fluxo de caixa sem aquisições havia ficado positivo em R$ 125,6 milhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).