Senado aprova projeto de crédito a micro e pequenas empresas

ReutersConnect/Adriano Machado
O projeto exige que as empresas beneficiadas assumam o compromisso de preservar o número de funcionários

O Senado aprovou hoje (24) projeto que estabelece um programa de microcrédito a micro e pequenas empresas em troca da manutenção de empregos durante a crise do coronavírus.

O projeto, que segue à sanção presidencial, é destinado a microempresas com renda bruta igual ou inferior a R$ 360 mil, e a pequenas empresas com renda bruta de até R$ 4,8 milhões.

LEIA MAIS: Grendene anuncia retomada das operações no Ceará a partir do dia 27

Pelo texto, as instituições financeiras que aderirem ao programa entrarão com recursos próprios para o empréstimo, a serem garantidos pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO-BB) em até 85% do valor.

Ainda na Câmara, o texto foi alterado. O montante total de participação da União, passou de R$ 10,9 bilhões para R$ 15,9 bilhões.

Também foi reduzido o limite de crédito de 50% para 30% do faturamento, de forma a possibilitar um acesso mais amplo de empresas à linha de crédito.

LEIA TAMBÉM: Conheça o empreendedor social que transformou US$ 80 em US$ 43 bilhões

Como contrapartida, o projeto exige que as empresas beneficiadas assumam o compromisso de preservar o número de funcionários. Elas também não poderão ter condenação com trânsito em julgado em processos por irregularidades envolvendo trabalho análogo ao escravo ou trabalho infantil. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).