Ambipar: genuinamente ESG

Claudio Gatti/Divulgação
Claudio Gatti/Divulgação

Onara Lima, diretora de Sustentabilidade e membro do Conselho da Ambipar

O mundo enfrenta um monumental e persistente desafio de saúde pública, fato inegável. Mas, como alertou Bill Gates – pensamento corroborado por recentes e alarmantes estudos climáticos vindos da Austrália –, para vivermos com saúde é preciso, antes de tudo, termos um lugar onde viver, crescer, prosperar e gerar riquezas com equidade, dignidade e sustentabilidade. Eis aí as bases da cultura ESG. Eis aí as bases da Ambipar.

A companhia, líder em gestão ambiental, conquistou o mercado – inclusive o financeiro – por fazer das boas práticas ambientais, sociais e de governança seu propósito desde o nascimento, muito antes de as três letras se tornarem palavra de ordem para empresas e pessoas. Primeiro, olhando constantemente para sua própria cadeia.

A companhia vem implantando uma série de ações internas que incluíram os projetos de energia solar em suas unidades próprias, o reúso de água de chuva, a utilização de veículos elétricos e a intensificação de seu compromisso com a agenda de mudanças climáticas.

A Ambipar compensou 100% das emissões mensuradas em seu inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE), através da aquisição de unidades de carbono verificadas do Projeto Pacajai Redd+, que incentiva a preservação da Floresta Amazônica, aumentando o espaço para a vida selvagem, a biodiversidade e a regeneração da própria floresta.

“Iniciamos nosso projeto de crédito de carbono, que consiste em monetizar a redução de emissões através da valorização de resíduos sob o conceito de economia circular, ou seja, reincorporando o resíduo na cadeia produtiva e sequestrando gases de efeito estufa, implantando manejo sustentável na agroindústria”, afirma Onara Lima, diretora de sustentabilidade e membro do conselho da Ambipar.

“Certificaremos toda oportunidade em nossas operações e utilizaremos tokens com registro público e único via blockchain, rastreáveis e com lastro, garantindo a genuinidade da operação”, completa. Ao lado do evidente pioneirismo no que se refere à letra “E” da sigla, a Ambipar orgulha-se de afirmar que a diversidade em todas as suas nuances sempre esteve presente no quadro de colaboradores, sem distinção. Cerca de 40% dos cargos de liderança, por exemplo, são ocupados por mulheres, incluindo a presidência da companhia. Quanto às letras “S” e “G”, relatórios gerenciais, de rastreabilidade, compliance legal e ambiental tanto internamente quanto para empresas dos mais diferentes segmentos de atuação.

Além disso, segue os indicadores GRI (Global Reporting Initiative) e participa do Together for Sustainability (TFS) e do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável, além de ser signatária do Pacto Global – maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo. Com a inclusão da companhia no capítulo brasileiro, oficializou seu compromisso público dentro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Compartilhando know-how

A Ambipar dá sequência a seus propósitos compartilhando know-how com as empresas que querem e precisam fazer o mesmo: mapear e adotar práticas como a valorização dos resíduos, aplicando os conceitos da economia circular em busca da máxima sustentabilidade ambiental e do maior valor agregado.

Um dos projetos pioneiros nesse conceito é o Ecosolo®, um condicionador de solo orgânico produzido a partir de resíduos orgânicos industriais desenvolvido pela Ambipar por meio da técnica de biodegradação assistida. O Ecosolo® pode ser utilizado nas florestas do próprio cliente ou em outras plantações, viabilizando a agricultura regenerativa em larga escala. Na esteira dessas iniciativas foram desenvolvidas mais de 15 patentes com soluções inovadoras e sustentáveis para clientes de mais de 20 segmentos.

O IPO da companhia foi um sucesso, levantando R$ 1,1 bilhão e fazendo da Ambipar a primeira empresa de gestão ambiental na B3.

Esse é um caminho sem volta. Não por acaso, em julho de 2020, o IPO da companhia foi um sucesso, levantando R$ 1,1 bilhão e fazendo da Ambipar a primeira empresa de gestão ambiental na B3. Esse aporte acelerou a estratégia de crescimento e aumentou a penetração em novos mercados.

Os recursos colaboraram também para a continuidade de sua política de M&A com vistas a uma maior atuação global e ampliação do portfólio de serviços. Desde o IPO, o grupo adquiriu oito companhias e segue com essa estratégia para o ano de 2021.

Para atingir esse patamar e seguir seu propósito, a Ambipar atua em duas verticais: Environment e Response.

A Ambipar Environment engloba a gestão e a valorização de resíduos, com forte pegada em PD&I e Tecnologia na aplicação de softwares de gestão. Seu crescimento em 2020 atingiu dois dígitos. Os clientes também ganham, ao aumentar seus indicadores de sustentabilidade, reduzir custos e transformar seus resíduos em novas oportunidades econômicas, sociais e ambientais.

A Ambipar Response é a vertical que oferece sua expertise em soluções emergenciais, da prevenção à resposta em ocorrências ambientais, químicas e biológicas que afetam a saúde, o meio ambiente e o patrimônio em todos os modais, atuando também na desinfecção de ambientes contaminados.

Com a pandemia, cresceu a demanda da empresa por procedimentos de descontaminação. O governo do Reino Unido, por exemplo, recorreu à Ambipar para descontaminar as aeronaves usadas na retirada de cidadãos britânicos de Wuhan, na China.

“Nossas duas verticais são sinérgicas e complementares dentro dos pilares ESG. Uma emergência química, por exemplo, gera uma grande quantidade de resíduos e hoje buscamos não destiná-los para aterros, e sim fazê-los retornar à cadeia produtiva, além de mitigar qualquer impacto socioambiental”, diz Onara Lima, diretora de sustentabilidade-ESG. “Esse é o nosso objetivo sempre: oferecer aos clientes soluções sustentáveis que sejam economicamente viáveis.”

Presente em 16 países e cinco continentes: da América do Sul, Europa, África, América do Norte e Antártida, e com um crescimento de 44% em 2020, a companhia é referência global em gestão ambiental.

*BrandVoice é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).