Como driblar 3 dificuldades no e-commerce e crescer

Pixabay
Pixabay

Algumas das principais preocupações ou dificuldades dos vendedores online podem ser facilmente resolvidas com uma boa parceria

A crise sanitária provocada pela Covid-19 foi um divisor de águas no e-commerce brasileiro. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) em parceria com a Neotrust, cerca de 20,2 milhões de consumidores compraram online pela primeira vez em 2020 e 150 mil lojas passaram a comercializar seus produtos também de forma virtual. Esse desempenho fez com que o país subisse dez posições no Índice Mundial de Comércio Eletrônico de 2020 da Unctad – agência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento, que classifica 152 países pelo seu grau de preparação no comércio digital entre empresas e consumidores (B2C). O Brasil ocupa, agora, o 62º lugar no ranking.

A perspectiva para 2021, segundo pesquisa da Ebit/Nielsen, é a manutenção dessa alta. De acordo com o estudo, as vendas na modalidade devem crescer 26% e alcançar R$ 110 bilhões até dezembro. O momento é bom – e deve ser aproveitado, já que essa é uma tendência que veio para ficar –, mas nem tudo são flores, principalmente para quem está começando agora no mundo virtual.

Para Thiago Chueiri, head de vendas do PayPal Brasil, líder mundial em pagamentos eletrônicos que completou uma década de atuação no país em dezembro, algumas das principais preocupações ou dificuldades dos vendedores online podem ser facilmente resolvidas com uma boa parceria. “Quando há sintonia nas operações com esse parceiro, as empresas que vendem online ganham agilidade, conseguem aproveitar novas oportunidades e crescer de forma exponencial. Ter com quem contar para resolver pagamentos e outras burocracias deixa os empreendedores mais livres para se concentrarem naquilo que sabem fazer de melhor, que é vender seus produtos e serviços”, diz o executivo.

Veja, na galeria de fotos a seguir, 3 dificuldades apontadas pelos empreendedores do mundo digital e como podem ser resolvidas:

  • Complexidade de fornecedores

    Diferentemente de alguns anos atrás, atualmente é possível encontrar tudo o que é preciso para começar a operar online em um só lugar. Criação da loja, soluções de pagamentos, ferramentas de busca e de marketing são ofertas que já estão incluídas no guarda-chuva dos maiores provedores.

    Por isso, não tenha medo de sonhar alto e estabelecer prioridades. No fundo, todos os vendedores online precisam das mesmas coisas: um carrinho de compras e um provedor de pagamento confiável, além de ajuda com o marketing. Os principais criadores de sites de comércio eletrônico, como Wix e Shopify, estabelecem parcerias com provedores de pagamento de renome global, como o PayPal, para ofertar os principais meios de pagamento de forma segura. Além disso, estarão ao seu lado em todo o processo de crescimento da empresa, oferecendo o suporte necessário.

    Unsplah
  • Falta de crédito

    As condições de mercado podem mudar rapidamente. Uma oportunidade imperdível pode surgir e você não vai querer deixar de aproveitá-la por falta de recursos.

    Existem várias alternativas para resolver um impasse, e, em muitos casos, a burocracia pode emperrar o processo. Saber que você pode contar com um parceiro capaz de oferecer crédito de forma fácil, simples e transparente agiliza muito qualquer movimento.

    O PayPal, por exemplo, além de atuar como processador de meios de pagamento, oferece aos seus usuários elegíveis o “Crédito para o seu Negócio”, modalidade de empréstimo com tarifa única viabilizado por meio de uma parceria coma a gestora Captalys, que pode ser quitado com uma porcentagem das vendas.

    Unsplah
  • Burocracia internacional e câmbio

    Com a queda das fronteiras físicas, não há por que restringir seu negócio ao mercado local. Aproveitar temporadas de vendas, condições econômicas e tendências demográficas mais favoráveis pelo mundo afora pode incrementar muito a operação de qualquer negócio, além de compensar eventuais turbulências nacionais.

    E, se não há barreiras para as entregas, não pode haver também para o pagamento. Um parceiro bem estruturado nessa categoria vai ajudar a viabilizar negócios em diversas moedas do mundo com uma solução única, sem burocracia.

    Unsplah

Complexidade de fornecedores

Diferentemente de alguns anos atrás, atualmente é possível encontrar tudo o que é preciso para começar a operar online em um só lugar. Criação da loja, soluções de pagamentos, ferramentas de busca e de marketing são ofertas que já estão incluídas no guarda-chuva dos maiores provedores.

Por isso, não tenha medo de sonhar alto e estabelecer prioridades. No fundo, todos os vendedores online precisam das mesmas coisas: um carrinho de compras e um provedor de pagamento confiável, além de ajuda com o marketing. Os principais criadores de sites de comércio eletrônico, como Wix e Shopify, estabelecem parcerias com provedores de pagamento de renome global, como o PayPal, para ofertar os principais meios de pagamento de forma segura. Além disso, estarão ao seu lado em todo o processo de crescimento da empresa, oferecendo o suporte necessário.

*BrandVoice é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).