Ministério do Turismo lança Portal de Investimentos para fomentar projetos no setor

Vitrine virtual permite a aceleração de iniciativas ao conectar empreendedores e investidores, promovendo o fortalecimento do turismo, em especial na retomada das atividades.

BrandVoice Ministério do Turismo
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


Com foco na fomentação de projetos e na criação da ponte entre os estados e os investidores, o Ministério do Turismo lançou o Portal de Investimentos. O site, que entrou no ar em junho, é uma vitrine virtual que permite que empreendedores e investidores se conectem para criar oportunidades turísticas em conjunto.

O Portal de Investimentos aceita publicações de todo o país. Gratuito e de fácil uso, ele funciona como um classificado. No site, é possível cadastrar projetos turísticos e, caso haja interesse de algum investidor – nacional ou internacional – a proposta segue o caminho tradicional de negociação, sem envolvimento do Ministério do Turismo.

Qualquer tipo de projeto pode ser cadastrado na plataforma. Entre os já listados com maior destaque estão a expansão do complexo Beach Park, em Fortaleza (CE), e da Arena Boulevard, que abriga a arena multiuso Mané Garrincha, em Brasília (DF). Para quem deseja investir, é possível navegar por um mapa interativo, que reúne as iniciativas cadastradas em cada estado da federação.

O portal foi criado para servir de ponte para integrar e acelerar a estruturação dos destinos e empreendimentos turísticos, uma vez que a falta de um canal de comunicação com possíveis investidores foi identificado no ambiente de negócios do setor no país. O objetivo da pasta é promover o crescimento de parcerias público-privadas, ampliando a oferta de atrações turísticas no país, ao mesmo tempo que otimiza o uso de recursos públicos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Com a atração de investimentos domésticos e estrangeiros para as regiões turísticas do país, há impacto na geração de emprego e renda desses destinos. O setor é responsável por cerca de 7 milhões de empregos diretos e indiretos e responde por cerca de 8,1% do PIB brasileiro.

Com a aceleração da vacinação em todo o mundo e a previsão de vacinação de toda a população economicamente ativa até setembro, a expectativa é de retomada das atividades turísticas ainda neste segundo semestre. O momento também é propício para o setor porque a grande tendência para o pós-pandemia é o turismo de natureza e o Brasil é considerado o número 2 no mundo em atrativos naturais entre 136 países que compõem o Fórum Econômico Mundial.

A soma desses dois fatores mostra que o investimento no Brasil é vantajoso, e o portal é uma ferramenta fundamental para ajudar a apresentar os projetos turísticos para investidores estrangeiros. O relatório “Panorama da Hotelaria Brasileira 2021” da Hotelinvest, com apoio do FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil), mostra que há aquecimento no setor. A expansão no setor de hotéis conta com investimentos previstos da ordem de R$ 6 bilhões até 2025, com instalação de novas unidades em 97 cidades.

A iniciativa também faz parte do plano do Ministério do Turismo para dobrar o número de turistas internacionais que desembarcam no Brasil até 2030. Segundo a pasta, cerca de 6 milhões de estrangeiros vieram ao país em 2019 com fins turísticos. Para garantir que a meta seja cumprida, por meio da oferta da melhor experiência turística, a pasta tem garantido importantes investimentos na infraestrutura turística do país. São mais de 3 mil contratos de obras de Norte a Sul do Brasil. Em 2020, foi registrado investimento recorde de R$ 1 bilhão, que resultou na entrega de 980 obras. No primeiro semestre de 2021, o Ministério do Turismo entregou 358 obras por meio de um investimento de R$ 208,1 milhões.

*BrandVoice é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores

Compartilhe esta publicação: