Quer inovar? Foque na coletividade

Bônus individual é menos eficaz se oferecido para um grupo de pessoas para que as ideias fluam.

Compartilhe esta publicação:

Se oferecessem um aumento para você ou se fosse prometido um grande bônus com base em sua desenvoltura, você viria com uma forma inovadora para lidar com as vendas, por exemplo? O dinheiro extra, ou a promessa disso, motiva de fato as pessoas para alcançarem novas ideias. A grande questão é: o quanto isso realmente funciona. Estar mais motivado não significa que fará você inovar.

Acessibilidade


Um novo trabalho de dois pesquisadores canadenses diz que os incentivos remuneratórios individuais não fazem nada para reforçar a inovação. Em vez disso, para estimular a criatividade, as empresas devem oferecer a um grupo um bônus, planos de participação nos lucros ou remuneração indireta, como planos de saúde e de pensões.

A ideia, claro, é focar na coletividade e não na individualidade. Bônus coletivo, por exemplo, incentiva a tomada de decisão em grupo, a eclosão das ideias e a colaboração que leva a conversas realmente inovadoras. Engenheiros da Apple e do Facebook, duas das maiores empresas do mundo hoje, não trabalham atrás de portas fechadas. Tudo funciona com a participação de todos.

 

 

Compartilhe esta publicação: