4 dicas para uma mudança de carreira bem-sucedida

Getty Images
O primeiro passo para transformar a carreira é ter consciência das suas verdadeiras habilidades

Uma mudança na carreira pode ser difícil. Como mentora e coach de performance, vi líderes duvidarem das próprias habilidades na hora de repensar seus caminhos. A dúvida pode afetar a autoconfiança e dificultar a caminhada. Não precisa ser assim. Pense em um atleta que se aproxima do fim da carreira. Ele pode estar se perguntando o que vai fazer depois de se aposentar, mas antes precisa reconhecer algo. Foi graças ao seu foco incansável, perseverança e disciplina, assim como à força mental que adquiriu a cada desafio, que se tornou ótimo no esporte. O reconhecimento pode ser um impulso para a sua confiança e ajudá-lo a ver que possui habilidades úteis para outros campos de trabalho. Assim, pode começar a buscar novas oportunidades. O primeiro passo, portanto, para transformar a carreira ou avançar na sua empresa é ter consciência das suas verdadeiras habilidades, daquilo que o torna único. Reconhecer seu valor e manter uma mentalidade de crescimento podem levá-lo ao próximo capítulo.

LEIA MAIS: Como conduzir sua carreira de acordo com a idade

Veja, na galeria abaixo, 4 dicas para uma mudança de carreira bem-sucedida:

  • 1. Reformule a sua identidade

    Você é um designer, diretor de criação ou contador? Não importa qual seja a sua função, lembre-se que este é simplesmente um título de trabalho, não um somatório das suas habilidades. Identifique as competências que o levaram a ser quem é. Liste pelo menos cinco habilidades básicas que desenvolveu ao longo da carreira que não estejam relacionadas ao seu emprego e escreva de uma a três frases para se apresentar com elas.

    Veja este exemplo:

    Identidade pelo cargo: “Sou Stephanie, gerente de projetos”

    Identidade reformulada: “Meu nome é Stephanie. Sou uma profissional organizada que gosta de assumir papéis de liderança e trocar com equipes ambiciosas”

    Agora que você transformou sua identidade fora do cargo, é hora de identificar os recursos que tem disponíveis para a grande mudança.

  • 2. Identifique seus recursos

    Na minha experiência, este é o passo em que as pessoas muitas vezes ficam presas por não ter consciência dos recursos que possuem.

    Eu costumo dividir recursos em dois grupos distintos: internos e externos. Os internos são as habilidades listadas na primeira etapa. Siga falando sobre aquilo em que é bom — mesmo fora do ambiente de trabalho. Se você se sentir travado para falar, experimente escrever em um diário para se soltar. Suas qualidades de inteligência emocional e habilidades sociais também são importantes aqui. Por exemplo, sua facilidade de se conectar com as pessoas, seu otimismo natural, sua curiosidade e seu talento para lidar com situações inesperadas. Essas características não são restritas a um campo de trabalho e podem, portanto, ser usadas na mudança que você desejar.

    Os recursos externos são as ferramentas, conexões e o apoio a que você tem acesso. Se você tem informações, uma vasta rede no setor em que gostaria de ingressar ou mesmo um parceiro apoiador na área, lembre-se de que esses são recursos valiosos que podem ajudá-lo a atingir suas metas.

  • 3. Estabeleça uma mentalidade de crescimento

    Profissionais de negócios que alcançam grandes conquistas possuem uma mentalidade particular que os leva a ao êxito. Eles tendem a ser focados, consistentes e comprometidos com seus objetivos. Uso sempre esta fala de Michael Jordan: “O jogo tem seus altos e baixos, mas você nunca pode perder o foco e não pode se deixar derrotar pela apatia.”

    Aprenda como eliminar as crenças que o limitam. Adote uma postura de crescimento. Se você duvida de si mesmo, já perdeu metade da batalha. Você poderá ver além do que pensava ser o seu limite. Tenha confiança em suas habilidades e permita-se aprender com os erros.

  • 4. Comece a planejar

    Agora, você já está ciente de suas habilidades e recursos, então já está pronto para planejar a próxima etapa. Acredito que criar um plano pode ajudá-lo a alcançar seus objetivos. Comece listando ideias sobre o que quer fazer e as execute em pequenos passos. Estabeleça datas, articule o que procura depois de fazer sua mudança de carreira e deixe claro como isso afetará sua vida. Se estiver buscando avanço na carreira, permaneça focado e comprometido. Seja proativo, com um plano de ação claro e conciso.

1. Reformule a sua identidade

Você é um designer, diretor de criação ou contador? Não importa qual seja a sua função, lembre-se que este é simplesmente um título de trabalho, não um somatório das suas habilidades. Identifique as competências que o levaram a ser quem é. Liste pelo menos cinco habilidades básicas que desenvolveu ao longo da carreira que não estejam relacionadas ao seu emprego e escreva de uma a três frases para se apresentar com elas.

Veja este exemplo:

Identidade pelo cargo: “Sou Stephanie, gerente de projetos”

Identidade reformulada: “Meu nome é Stephanie. Sou uma profissional organizada que gosta de assumir papéis de liderança e trocar com equipes ambiciosas”

Agora que você transformou sua identidade fora do cargo, é hora de identificar os recursos que tem disponíveis para a grande mudança.

 


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).