4 conselhos de Michelle Obama e outros formados para universitários

Sarah L. Voisin / Getty Images
Ao centro, Michelle Obama aconselha estudantes junto a ex-alunos de sua organização Reach Higher

Resumo:

  • A ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama esteve na quinta edição do evento anual “Beating The Odds”, que é organizado por sua organização Reach Higher;
  • Lá, ela teve a ajuda de alunos formados que passaram por sua organização para responder a estudantes de “primeira geração”.

A Reach Higher (em tradução literal, “alcance mais alto”), uma organização fundada pela ex-primeira-dama norte-americana Michelle Obama para honrar estudantes que são os primeiros em suas famílias a ir para a faculdade, a chamada “primeira geração de estudantes”, fez a quinta edição do evento anual “Beating The Odds” (ou “Combatendo as Adversidades) na Universidade Howard, na última semana.

LEIA MAIS: Como lidar com a síndrome do impostor

Michelle fundou a Reach Higher enquanto ainda estava na Casa Branca, quando convidou diversos estudantes de várias partes dos Estados Unidos para conversar sobre os obstáculos que enfrentaram para conseguir entrar na faculdade. A Reach Higher cresceu e promoveu inclusão de centenas de estudantes.

Michelle usou sua conta no Instagram como recurso do evento, permitindo que uma das primeiras estudantes do Reach Higher, usasse seu perfil para responder perguntas de estudantes do país todo. Aqui estão alguns conselhos que alguns formados e que a ex-primeira-dama deram no evento:

  • Não desista se você não ia bem nas notas

    Quando um estudante perguntou se precisava de boas notas para entrar na faculdade, o estudante já formado Ariel Ventura respondeu a questão. “Quando eu estava na faculdade, eu já era pai. Eu me formei na escola com uma média muito baixa. Honestamente, você só precisa de motivação e perseverança para continuar,” disse Ventura.

    Se você teve dificuldade na escola, marque um horário com o orientador de uma faculdade perto de você. Ir mal no colégio não significa que você não terá boas notas na universidade.

  • Para fazer amigos, saia da zona de conforto

    Um estudante perguntou como fazer amigos na faculdade, e Michelle disse, “fazer amigos na faculdade pode ser difícil, mas tem uma coisa que eu quero que você saiba: seja paciente. Entender que estão todos no mesmo barco leva tempo, você está numa sala cheia de calouros que estão tão nervosos quanto você, lembre-se disso. Mas você deverá sair da sua zona de conforto: não passe muito tempo em casa, se apresente para as pessoas, seja corajoso. Faça coisas fora da sala de aula, pratique atividades extracurriculares como esportes, você se surpreenderá com como é fácil fazer amigos assim!”

  • Peça ajuda sempre que for preciso

    As perguntas ficaram mais sérias quando alguém perguntou, “como você acha força em tempos difíceis?” Michelle disse, “não quero que ninguém faça isso sozinho, você precisa falar com pessoas em quem confia, fazer amizade com pessoas para quem você sente que pode contar seus segredos. Procure profissionais na faculdade com quem você acha que tem algo em comum e apoie-se neles quando as coisas ficarem difíceis. Ligue para seus pais! Ligar para a minha mãe e reclamar por alguns minutos sempre fez eu me sentir melhor. Não pense duas vezes antes de pedir ajuda.”

  • Se precisar de apoio, procure recursos dentro do campus

    A pergunta final foi, “Como encontrar apoio no campus da faculdade?” Michelle respondeu, “O problema da faculdade é que ninguém vai procurar por você e perguntar se precisa de ajuda. Eles assumem que todos os estudantes são adultos que conseguem viver sozinhos. Por isso, você precisa sair da sua zona de conforto e pedir ajuda. Não tenha medo, pois todos os estudantes passarão por dificuldades em algum momento, sejam problemas acadêmicos, familiares ou financeiros. Você não está sozinho. Mas lembre-se de que você não terá auxílio se não contar a ninguém que precisa de ajuda. Peça apoio, peça apoio cedo e peça apoio sempre.”

Não desista se você não ia bem nas notas

Quando um estudante perguntou se precisava de boas notas para entrar na faculdade, o estudante já formado Ariel Ventura respondeu a questão. “Quando eu estava na faculdade, eu já era pai. Eu me formei na escola com uma média muito baixa. Honestamente, você só precisa de motivação e perseverança para continuar,” disse Ventura.

Se você teve dificuldade na escola, marque um horário com o orientador de uma faculdade perto de você. Ir mal no colégio não significa que você não terá boas notas na universidade.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

LinkedIn

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).