Otimismo: como manter o astral alto mesmo quando sentir dor e desespero

GettyImages
GettyImages

Existem inúmeros estudos sobre como o otimismo mostra que os resultados podem aprimorar sua vida

Com tudo que está acontecendo no mundo neste momento, é mais do que compreensível se sentir em uma uma onda de pessimismo e desespero. Eu estou lidando com esses mesmos sentimentos.

Mas mesmo que sejam perdoáveis, em última análise, não são poderosos. E poder, se estamos falando de nossas carreiras ou da sociedade em geral, é exatamente o que precisamos.

VEJA TAMBÉM: Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, e fique por dentro de tudo sobre empreendedorismo

É por isso que o otimismo é tão importante. Existem inúmeros estudos sobre isso, e praticamente todos mostram que os resultados são aprimorados quando as pessoas são otimistas e não pessimistas. Por exemplo, em um estudo de pacientes com angioplastia, os pessimistas eram três vezes mais propensos do que os otimistas a sofrer ataques cardíacos ou precisar de outras angioplastias ou cirurgias de marca-passo.

O otimismo está associado a uma ampla variedade de resultados positivos, incluindo melhor saúde mental e física, motivação, desempenho e relacionamentos pessoais.

Em um estudo recente, intitulado “O Envolvimento dos Funcionários É Menos Dependente dos Gerentes do que Você Pensa”, 11.308 funcionários foram pesquisados ​​sobre sua inspiração no ambiente trabalho e sentimentos sobre sua carreira. O estudo revelou que ter certas mentalidades, como otimismo, pode aumentar o envolvimento e a felicidade no trabalho mais ainda do que trabalhar para um grande gerente.

Infelizmente, com base nesse estudo, também descobrimos que apenas 13% das pessoas têm um alto nível de otimismo, enquanto quase 33% das pessoas têm um otimismo baixo ou moderadamente baixo. Isso é importante porque as pessoas com altos níveis de otimismo são muito mais inspiradas a dar o seu melhor no trabalho (e isso que vai impulsionar o sucesso na carreira).

Uma maneira diferente de pensar sobre otimismo é assim: quanto mais pessimista você se sente, menor a probabilidade de continuar lutando pelo progresso (seja o progresso em sua carreira ou na sociedade). Mas quando você é otimista, é mais provável que continue avançando, lutando para obter seu projeto aprovado, procurando o emprego dos sonhos, combatendo o racismo ou mantendo sua família a salvo de uma pandemia.

Então, como você pode aumentar seu otimismo, mesmo quando você está, compreensivelmente, sentindo pessimismo, dor e desespero?

LEIA MAIS: 3 perguntas para fazer a si mesmo se estiver entediado com sua carreira

Técnica 1: Reduza o impacto emocional de eventos negativos

Há muitas coisas terríveis acontecendo agora, de pandemia a racismo e desemprego em massa. E, embora não haja como ignorar essas tragédias (como nem você deveria), é possível diminuir levemente até que ponto essas calamidades prejudicam suas capacidades mentais.

Normalmente, quando pensamos em experiências que nos irritam ou nos deixam pessimistas, vemos a cena de uma perspectiva em primeira pessoa. Não somos uma mosca na parede e não nos observamos à distância; estamos imersos e imaginando a cena como vimos na primeira vez. Se estamos repetindo a cena daquela vez em que um líder fez comentários horríveis e insensíveis, geralmente repetimos em nossas mentes como se estivéssemos de volta naquela situação, vendo o líder dizer aquelas palavras horríveis.

Porém, quando reproduzimos essas experiências negativas a partir de uma perspectiva autônoma de terceira pessoa (a câmera de vídeo no canto ou a mosca na parede), ela tem um grande impacto em nosso estado mental.

Em um estudo, os pesquisadores pediram que as pessoas se lembrassem de uma época em que estavam enfurecidas por um conflito com um parceiro romântico ou um amigo próximo. Algumas pessoas se colocam no momento com uma visão em primeira pessoa. Mas outras pessoas se auto-distanciaram e se lembraram do conflito como uma mosca na parede, como uma experiência extracorpórea na qual se viam interagindo com o parceiro ou amigo romântico.

Aqueles que se distanciaram (imaginaram a situação da perspectiva de uma mosca na parede) sentiram reações emocionais e físicas muito menos intensas, e sua pressão arterial subiu menos e retornou à sua taxa normal mais rapidamente.
Não estou argumentando que não devemos ficar indignados com as injustiças, em ser demitidos, em meio de uma pandemia que paralisa indústrias inteiras etc., mas, se estivermos repetindo continuamente eventos horríveis em nossa mente, é muito provável que nos sintamos bravos e até pessimistas. E, quanto mais intensamente sentimos essas emoções, menor a probabilidade de pensar estrategicamente e tomar medidas positivas para fixar nossas carreiras ou o mundo ao nosso redor. Como regra geral, quanto menos você é governado por emoções negativas, mais inteligente se torna.

Técnica 2: Passe mais tempo com pessoas otimistas

O contágio emocional é muito real. Portanto, se passo a maior parte do tempo interagindo com pessoas pessimistas (e não otimistas), há uma alta probabilidade de que eu seja influenciado pelo pessimismo deles.

LEIA MAIS: Como os grupos de meditação online podem contribuir para o desenvolvimento profissional

Isso não significa você cortar todo o contato com seus amigos pessimistas; pois essas pessoas podem estar com muita dor que precisam do seu apoio. No entanto, você precisa equilibrar o tempo gasto com os pessimistas, interagindo com os otimistas. E, sim, isso significa que mesmo se você não estiver com disposição em interagir com seus amigos otimistas, você precisará tentar

Uma das maneiras mais eficazes de conseguir isso é simplesmente agendar horários para conversar com seus amigos e colegas mais otimistas. Eu sei que parece um pouco chato agendar um horário para conversar com otimistas, mas, como os psicólogos diriam, às vezes você precisa “agir como se”. Isso significa que você precisa agir como se realmente quisesse conversar com otimistas e deixar que o otimismo deles o influencie.

Uma das coisas mais difíceis de fazer é se sentir otimista quando parece que a economia (e o mundo) está desmoronando à nossa volta. Mas se quisermos criar mudanças positivas a partir da bagunça simbólica que nos cerca, precisamos manter nosso otimismo alto.
As pessoas com alto otimismo esperam obter resultados positivos e favoráveis. Mas o otimismo geralmente não é um estado passivo; os otimistas normalmente esperam que boas coisas aconteçam em sua participação ativa. Portanto, os otimistas trabalharão ativamente para gerar bem-estar para si mesmos e, freqüentemente, para seus amigos, colegas e o mundo ao seu redor.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).