C-Circuit: Diego Puerta assume Dell no Brasil, Paula Bellizia no Google & Muito Mais

Divulgação
Divulgação

Diego Puerta é o novo líder da operação da Dell Technologies no Brasil

Um levantamento feito pelo LinkedIn, a principal rede social voltada ao mercado de trabalho, detectou 1.269 movimentações em cargos executivos no país entre março a agosto de 2020. Desse total, 80% se concentraram em setores que envolvem e-commerce e delivery – altamente impactados pela pandemia – e no mercado financeiro, que vive uma ebulição desde que as taxas de juros atingiram as mínimas históricas e desde o surgimento das fintechs.

Mais do que mudar a maneira como fazemos negócios, a Covid-19 interferiu na maneira de liderar. Nesse sentido, a visão estratégica se sobressai como elemento essencial no crescimento das companhias. Desde a criação de um novo portfólio de digitalização dos negócios até a realocação do time, uma gestão forte e experiente catalisa as novas oportunidades. Engana-se quem pensa que ter uma base de clientes torna o trabalho mais fácil para os novos líderes: fazer jus à expectativa do mercado e mostrar uma nova faceta da empresa de acordo com o “novo normal” será um divisor de águas.

LEIA MAIS: Saiba qual é o seu tipo de liderança entre os 5 existentes

Para acompanhar a movimentação nas grandes empresas em um momento tão singular, a Forbes estreia hoje (14) a coluna quinzenal C-Circuit, que vai trazer o vai e vem dos executivos C-Level no Brasil e no mundo.

Nesta primeira edição, conversamos com Diego Puerta, novo líder da operação da Dell Technologies no Brasil, que assumiu o lugar de Luis Gonçalves, alçado em agosto ao ponto mais alto da companhia na América Latina. Puerta ingressou na empresa há 22 anos e, desde 2017, era vice-presidente do segmento de clientes finais e pequenas empresas, sendo o responsável por desenvolver novas rotas de mercado, incluindo marketplaces e vendas por aplicativo de mensagens instantâneas, bem como pela melhoria na experiência do cliente na dell.com. Em seu novo desafio, Puerta vai se reportar diretamente a Gonçalves. “Diego tem profundo conhecimento da operação e do mercado brasileiro, tendo sido parte fundamental de marcos importantes da história da marca no país, como no processo local de integração da Dell e EMC”, afirma o ex-líder.

Veja, a seguir, os principais momentos da entrevista com Diego Puerta e, na sequência, outros executivos que mudaram de função e/ou de empresa nos últimos dias:

Forbes Brasil: Você está assumindo a presidência da operação brasileira num momento complicado no mundo todo. Quais são seus principais objetivos para os próximos seis meses?

Diego Puerta: Certamente estamos passando por um dos momentos mais desafiadores da história, que cria uma pressão sem precedentes para a sociedade e acelera a necessidade de digitalização dos negócios, das relações e das transações em geral. Como líder local de uma das maiores empresas de TI do mundo cujo propósito é otimizar o progresso humano por meio da tecnologia, meu principal objetivo é, neste momento, reforçar ainda mais esse compromisso no Brasil, apoiando nossos clientes para que não só sobrevivam à crise mas para que também busquem oportunidades de saírem fortalecidos desse cenário. Para isso, vamos usar a combinação de nosso portfólio de soluções inovadoras e confiáveis e o conhecimento dos melhores profissionais do mercado que atuam hoje na companhia.

Vale lembrar que a tecnologia tem papel fundamental na recuperação econômica, especialmente em países como o Brasil, na medida em que a digitalização permite uma democratização do acesso da população a recursos e serviços essenciais e que possam criar mais oportunidades para as pessoas. Mas para que isso realmente seja convertido em benefícios para a sociedade e as empresas, é necessário fazer investimentos consistentes em soluções de infraestrutura que suportem esse aumento exponencial do tráfego de dados virtuais.

VEJA TAMBÉM: 9 executivos e empresários que são exemplos em soft skills

FB: Na sua opinião, a função de liderança mudou com a pandemia do novo coronavírus?

DP: Sem dúvida. Vários fatores afetaram os modelos de liderança. O mais claro deles foi que muitos líderes passaram, de um dia para outro, a gerenciar equipes totalmente remotas, o que exigiu novos processos e ferramentas tecnológicas para garantir uma comunicação eficiente e constante com as equipes. A visão de trabalho deixa de ser atrelada ao local e passa a ter um caráter de capacidade e qualidade de entrega. Líderes que foram capazes de construir relações de confiança e transparência com suas equipes, abrindo mão da microgestão de pessoas para se tornarem facilitadores de tomada de decisão, estimulando as equipes a focarem no que é possível controlar nesse cenário desafiador, são os que estão compreendendo a real função de um líder do futuro.

Outra mudança tem sido entender que o equilíbrio entre saúde e bem-estar dos colaboradores é essencial para a manutenção da produtividade. Times resilientes são mais capazes de inovar. Com a própria aceleração da transformação digital das empresas, que impacta diretamente o modelo de negócio da companhia e a tomada de decisão, os líderes precisam não só estimular a inovação em todas as áreas da companhia, como também devem estar abertos a empoderar as equipes a tomarem decisões rápidas e a errarem, se necessário, nesse processo de buscar caminhos diferentes.

FB: Qual é a sua principal meta como líder da operação brasileira?

DP: A Dell Technologies tem se preparado, ao longo dos anos, para ser protagonista nesse novo cenário de negócios ao oferecer soluções que ajudem as empresas a construir o caminho digital para que sejam bem-sucedidas. Assumo a operação brasileira da Dell em um patamar já muito elevado, com a companhia sendo líder nos mercados-chave em que atuamos, de PCs comerciais a soluções de storage e hiperconvergência. Meu papel é dar continuidade a essa história de 21 anos de sucesso em terras brasileiras, consolidando a credibilidade e a solidez da marca e colocando a operação da Dell Technologies no Brasil como referência mundial de excelência operacional e experiência do cliente.

Veja, na galeria a seguir, outros 16 executivos C-Level que assumiram novos desafios:

  • Alexandre Souza é o novo diretor de desenvolvimento de negócios do Energy Group

    Alexandre Souza deixou a multinacional britânica Aon para assumir a diretoria de desenvolvimento de negócios do Energy Group, onde terá como objetivo principal criar novas oportunidades e planos de negócios locais. Em sua trajetória profissional, Souza acumula experiência em gestão estratégica, relacionamento com clientes, expansão e desenvolvimento de parcerias. “Chego ao Energy Group para abrir caminhos por novos mercados, ampliar as possibilidades de negócios, conquistar e fidelizar clientes. O foco é mostrar o nível dos serviços oferecidos pelas empresas do grupo, que aliam excelência na qualidade, soluções inteligentes e custo adequado”, afirma o novo diretor.

    Divulgação
  • Almir Araújo assume como diretor de digital, novos modelos de negócio & excelência comercial da BASF na América Latina

    Almir Araújo reforça o time da BASF Agro Digital com o intuito de ampliar o portfólio de tecnologias de alto desempenho. Para levar novos serviços digitais aos agricultores da América Latina, a recém-diretoria vai desenvolver novos modelos de negócios. Há quase dez anos na companhia, o novo diretor atuava, desde 2014, na divisão de soluções para agricultura. Para Araújo, seu principal objetivo será melhorar a experiência do agricultor. “Todo esse ecossistema com ferramentas e metodologias modernas nos dá a oportunidade de criar novos negócios e, assim, contribuir para a longevidade da agricultura”, afirma.

    Divulgação
  • Andre Chaves é o novo vice-presidente sênior do Mercado Livre

    Andre Chaves assume a vice-presidência sênior de estratégia e novos negócios do Mercado Livre, após 14 anos trabalhando na consultoria norte-americana Bain & Company. Com 17 anos de experiência em varejo online e offline e serviços financeiros, o executivo passa a liderar a área que responde pelas frentes de estratégia, novos negócios, M&A, parcerias, relações com investidores e pelo MELI Fund, fundo de investimento do Mercado Livre em startups. Os novos desafios de Chaves estão na análise de novas oportunidades de mercado que podem contribuir com as estratégias de negócios na América Latina, em linha com a missão do Mercado Livre e do Mercado Pago de democratizar o comércio e os serviços financeiros na região.

    Divulgação
  • Camilo Tedde assume como presidente da GSK Consumer Healthcare Brasil

    Depois de quase dois anos liderando a operação na Colômbia, Camilo Tedde retorna ao Brasil com o desafio de manter e desenvolver parcerias com grandes marcas. Com mais de 25 anos de experiência em FMCG (fast-moving consumer goods), B2B e healthcare, o executivo brasileiro possui ampla vivência trabalhando com vendas, marketing, trade marketing, finanças e distribuição. “Estou muito feliz em voltar ao Brasil e colaborar com o time para alcançar os melhores resultados, tanto para a empresa quanto para nossos clientes e parceiros”, ressalta o novo presidente.

    Divulgação
  • Carla Leal é a nova diretora de marketing e vendas da WayCarbon

    Carla Leal assume a diretoria com o objetivo de liderar as áreas de marketing e vendas. Com 30 anos de experiência na área de TI, Carla integra o time da WayCarbon desde 2018 com grande foco na pauta ambiental. A nova diretora assume o trabalho com a missão de alavancar a incorporação da agenda ESG no mercado brasileiro. Com gestão sustentável, Carla quer um ambiente corporativo em prol do desenvolvimento ambiental. “Trazer a Carla para reforçar nosso time de diretores é uma oportunidade para seguirmos avançando em nossa curva de crescimento e excelência na oferta de soluções de gestão da sustentabilidade”, afirma Henrique Pereira, CEO da WayCarbon.

    Divulgação
  • CeCe Morken ocupará o cargo de CEO da Headspace em 2021

    Após assumir a posição como presidente e COO da empresa de meditação Headspace dos Estados Unidos em abril, a companhia anunciou que, a partir de 1º de janeiro de 2021, CeCe Morken se tornará a nova CEO, enquanto o atual CEO e cofundador Rich Pierson, ao lado do cofundador Andy Puddicombe, farão a transição para novas funções como co-presidentes executivos do conselho. Segundo a executiva, o cargo de CEO não fazia parte de seus planos quando ela ingressou na Headspace, mas ela já está adiantando sua função para quando assumir o papel no início do ano que vem. “Como presidente e COO, já conheci a equipe para entender o que ela acha do trabalho e quais são as coisas que precisamos fazer de maneira diferente. Estou realmente interessada em como os CEOs agora veem a saúde mental de seus funcionários”, disse. “Temos uma oportunidade realmente grande de expandir esse negócio.”

    Headspace/Reprodução/Forbes
  • Danillo Gomes assume a vice-presidência de operações do BK Brasil

    O Burger King Brasil anunciou a chegada de Danillo Gomes, novo vice-presidente de operações. Há sete anos na companhia, Gomes ocupava, desde o início de 2020, o cargo de diretor de operações da BK Brasil e, após a promoção, seu novo mandato se estende até julho de 2022. “Liderar a operação de um time de mais de 16 mil colaboradores de campo, distribuídos nos mais de 850 restaurantes do Burger King e em 40 unidades do Popeyes, é um grande desafio que assumo com muita honra”, diz.

    Divulgação
  • David Zylbersztajn é o novo vice-presidente da Light

    A Light anunciou, por meio de comunicado, David Zylbersztajn como o novo vice-presidente do Conselho de Administração da empresa.

    Divulgação/Reprodução/Forbes
  • Neogrid tem Eduardo Ragasol como novo CEO

    Após oito meses como COO da Neogrid, o executivo mexicano Eduardo Ragasol assume o cargo de CEO. A empresa criada e dirigida até então por Miguel Abuhab anuncia que seu fundador assume a cadeira de líder do Conselho Administrativo, enquanto todas as funções de CEO passam para Ragasol. Com mais de 30 anos de experiência, o executivo mexicano afirma compromisso em levar a empresa para outro nível e dar continuidade à direção positiva de Abuhab . “Temos tido uma jornada fantástica até agora e começaremos outra neste momento que inicia com o Miguel nos apoiando no Conselho”, comenta o antecessor. Segundo ele, a diretoria irá divulgar, nos próximos, meses um plano de ação detalhado para 2021.

    Divulgação
  • Felipe Podolano é o novo diretor de alianças estratégicas da Certisign

    Com passagens pela Microsoft, Adobe, Amazon, AWS, Symantec, Red Hat, Sun, Hitachi e EMC, Felipe Podolano chega à Certisign com o objetivo de liderar estratégias, prospecções e análises de parcerias relevantes para a empresa. Com mais de 35 anos de experiência em tecnologia da informação, o novo diretor busca explorar as novas possibilidades na área de identificação digital.

    Divulgação
  • Firmino Sampaio assume presidência do Conselho de Administração da Light

    Firmino Sampaio assume a presidência do Conselho de Administração da Light, segundo comunicado divulgado pela empresa.

    Reprodução/Forbes
  • Flávio Gonzalez é o novo diretor de produtos e TI da Linx Pay Hub

    A Linx anuncia a chegada de Flávio Gonzalez como novo diretor de produtos e tecnologia da informação para a unidade de negócios Linx Pay Hub. Com mais de 13 anos de experiência no segmento de pagamentos e serviços financeiros, Gonzalez vai contribuir para um maior desenvolvimento das operações da empresa, dando suporte à aceleração de meios de pagamentos físicos e digitais. “Meu objetivo é ajudar no crescimento da empresa e impulsionar a implementação de meios de pagamentos que melhorem a experiência de nossos clientes.”

    Divulgação
  • Gustavo Lopes assume diretoria de novos negócios da CCR

    A nova reestruturação da CCR colocou Gustavo Lopes à frente para a diretoria de novos negócios. Em fato relevante, a companhia afirmou que a decisão tem o objetivo de otimizar o fluxo de informações, descentralizando a área corporativa. Lopes ocupa o novo cargo com a responsabilidade de “identificar e desenvolver novas oportunidades de investimento em infraestrutura no Brasil e no exterior”, afirmou a CCR em nota.

    Divulgação
  • Massimilano Ottochian é o novo head de fusões e aquisições do Grupo Generali

    Com mais de 20 anos de experiência em operações de fusões e aquisições internacionais, Massimilano Ottochian assume o cargo com o objetivo de identificar novas oportunidades de crescimento rentáveis nos mercados e setores com maior potencial, contribuindo para a consolidação da liderança do Grupo Generali nos setores de seguros e gestão de ativos. Desde 2009, Ottochian ocupava o cargo de diretor geral do departamento de instituições financeiras do Deutsche Bank.

    Divulgação
  • Paula Bellizia assume a vice-presidência de marketing para América Latina no Google

    Após 15 anos trabalhando na Microsoft, onde foi CEO para as operações brasileiras de 2015 a 2019, Paula Bellizia ocupa agora o cargo de vice-presidente de marketing para América Latina no Google. Com vasta experiência no setor de tecnologia, Paula ficará responsável pelas marcas Google e YouTube na região, além de ter foco na transformação digital, estratégica para a companhia. “Eu não poderia estar mais feliz em ser parte da equipe que lidera as marcas Google e YouTube da região, além de impactar a América Latina por meio da tecnologia, inovação e inclusão”, afirmou a executiva em uma publicação no LinkedIn. Além da nova conquista, Paula soma, desde 2019, a posição de membro do conselho do Burger King.

    Divulgação
  • Rafael Jakubowski chega à diretoria de marketing e comunicação do Energy Group

    O novo diretor de marketing e comunicação do Energy Group, Rafael Jakubowski, assume o cargo com o objetivo de promover uma transformação digital no marketing e na comunicação da empresa. Jakubowski é especialista em marketing digital e e-commerce e será peça-chave no novo modelo de negócio imposto a partir da pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, seus planos são, para além de impulsionar as cinco marcas da empresa com posições de destaque nas respectivas áreas de atuação, fazer com que elas fiquem conhecidas pela inovação e por uma atuação digital mais completa.

    Divulgação

Alexandre Souza é o novo diretor de desenvolvimento de negócios do Energy Group

Alexandre Souza deixou a multinacional britânica Aon para assumir a diretoria de desenvolvimento de negócios do Energy Group, onde terá como objetivo principal criar novas oportunidades e planos de negócios locais. Em sua trajetória profissional, Souza acumula experiência em gestão estratégica, relacionamento com clientes, expansão e desenvolvimento de parcerias. “Chego ao Energy Group para abrir caminhos por novos mercados, ampliar as possibilidades de negócios, conquistar e fidelizar clientes. O foco é mostrar o nível dos serviços oferecidos pelas empresas do grupo, que aliam excelência na qualidade, soluções inteligentes e custo adequado”, afirma o novo diretor.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).