Bilionário perfeito: 5 qualidades das pessoas mais ricas do mundo que você precisa ter para uma carreira bem-sucedida

Pooll/NurPhoto/AnadoluAgency/PaulMorigi/picturealliance/Getty Images
Pooll/NurPhoto/AnadoluAgency/PaulMorigi/picturealliance/Getty Images

Elon Musk, Bill Gates, Jeff Bezos, Warren Buffett e Susanne Klatten carregam traços em comum que facilitam a trajetória de sucesso, explica Ricardo Basaglia, diretor geral da Page Executive

Eles não possuem apenas contas bancárias de causar inveja. As pessoas mais ricas do mundo também acumulam traços de personalidade e habilidades capazes de pavimentar seu sucesso até o topo. Entre os principais bilionários do mundo, nomes como Jeff Bezos (Amazon), Warren Buffett (Berkshire Hathaway), Bill Gates (Microsoft), Elon Musk (Tesla) e Susanne Klatten (BMW) se destacam por umas série de características consideradas fundamentais para uma carreira bem-sucedida.

“Todas essas pessoas inovaram, seja criando um produto muito útil, como Bill Gates, seja inventando uma maneira muito fácil de resolver um problema, como Jeff Bezos, seja investindo com maestria, como Warren Buffett”, diz Ricardo Basaglia, diretor geral da Page Executive. Segundo o executivo, os pontos em comum não param por aí: essas pessoas também são imbuídas de um sentimento de eterna insatisfação, responsável por promover uma eterna busca por soluções e artifícios para incrementar suas áreas de atuação.

LEIA MAIS: Os 25 maiores bilionários do mundo em 2021

Outro traço notório na personalidade desses bilionários é o desejo de gerar impacto. Seja com softwares, plataformas tecnológicas ou veículos elétricos, eles não se convencem com os sinais negativos enviados pelo mercado e nem desistem fácil. “Essas pessoas possuem um desejo genuíno de encontrar soluções, de construir algo que não existia antes. E, claro, para isso precisa de muita determinação”, diz o especialista em recursos humanos.  Esses líderes também se preocupam com o time com o qual vão trabalhar.  escolha do time que vai fazer parte dessa jornada. Basaglia chama a atenção, ainda, para um outro fator: a escolha de colaboradores diferenciados,  fundamentais na estrada que trilharam rumo ao topo. “Nenhum deles chegou ali sozinho ou só com a própria genialidade”, afirma. 

Na prática, explica o especialista, a personalidade do empreendedor é uma determinante de como os resultados da empresa serão entregues. O comportamento do executivo principal é capaz de formar a cultura de trabalho de todo o time, mediando a postura dos colaboradores frente aos desafios e resultados. “Jeff Bezos, por exemplo, tem um olhar de longo prazo que deixa a pressão por desfechos instantâneos para trás. O Warren Buffett é alguém com um modelo muito claro de investimento em empresas, sem nunca se deixar abalar por uma crise ou por pressão do mercado. Já Bill Gates usa suas habilidades de foco e análise, atualmente, na filantropia, enquanto Elon Musk é aquele cara fora da caixa, capaz de correr atrás dos sonhos e de assumir grandes riscos.”

Isso significa que todos eles podem servir de inspiração para nós. Já imaginou todas essas características em um mesmo empreendedor ou executivo? 

Veja, na galeria abaixo, características de cinco das pessoas mais ricas do mundo indispensáveis para quem pretende ter uma carreira bem-sucedida:

  • 1. Jeff Bezos: o metódico

    O homem mais rico do mundo segundo a lista da Forbes, dono de um patrimônio de quase US$ 198 bilhões, é conhecido entre os funcionários como um líder metódico e sistemático. Apesar da inegável inovação ao desenvolver uma plataforma de e-commerce sem precedentes, o CEO da Amazon é famoso pelo trabalho duro e persistente. Basta pensar que, ao ser criada, a atual gigante do varejo eletrônico era apenas uma loja online de livros.

    Bezos já chegou a defender publicamente a ideia de que algumas decisões do mercado devem ser tomadas “de forma metódica, cuidadosa e lenta, com grande deliberação e consulta”, já que muitas vezes são irreversíveis.

    Anadolu Agency/Getty Images
  • 2. Warren Buffett: o estudioso

    Sétima pessoa mais rica do mundo, Warren Buffett é um estudioso das finanças. O investidor e líder da Berkshire Hathaway fazia declarações de imposto de renda ainda na infância e, no final da adolescência, já tinha guardado US$ 9.800. Tudo com conhecimento adquirido em leituras de jornais, revistas e balanços de empresas.

    Formado em administração pela Universidade de Nebraska e focado na vida acadêmica, o bilionário, que possui atualmente US$ 101,2 bilhões, pediu para fazer o mestrado com o economista David Dodd, da Universidade de Columbia, onde acabou conhecendo Benjamin Graham, chamado de pai do value investing, conceito que defende investimentos no valor potencial do negócio, compra de ações em baixa e lucro no longo prazo. “Era como ter aulas de beisebol com um craque”, disse Buffett sobre o que aprendeu naquele período.

    Paul Morigi/Getty Images
  • 3. Bill Gates: o filantropo

    Mundialmente famoso pelo envolvimento em questões socioambientais, Bill Gates já doou US$ 53,8 bilhões desde a fundação de sua ONG até 2019. Já em 2020, o cofundador da Microsoft disponibilizou cerca de US$ 1,7 bilhão para o combate à pandemia da Covid-19. Mesmo com as doações, Gates acumula US$ 130,7 bilhões e tem a quarta maior fortuna do mundo.

    Em entrevistas anteriores, o empreendedor disse que as doações são uma forma de aplicar as inovações no setor público. “A filantropia está lá porque o governo não é muito inovador, não tenta iniciativas arriscadas e, principalmente, não dá espaço para pessoas com experiência no setor privado, preferindo grandes equipes para experimentar novas abordagens. A filantropia ocupa esse espaço.”

    NurPhoto/GettyImages
  • 4. Elon Musk: o ousado

    Elon Musk tem a carreira marcada por empreendimentos arrojados: da ideia de colonizar Marte e de integrar a inteligência artificial aos cérebros humanos até a construção de trens que utilizam túneis a vácuo e uma revolução na indústria automotiva. As decisões radicais já o fizeram ganhar US$ 25,1 bilhões em apenas um único dia – e perder US$ 27 bilhões no outro.

    Dono da segunda maior fortuna do mundo – cerca de US$ 184,3 bilhões, segundo a lista em tempo real da Forbes, o atual CEO da Tesla e da SpaceX já foi comparado a Steve Jobs pelos funcionários. “É como o ‘campo de distorção da realidade’ de Steve Jobs (…) Se achamos que uma tarefa deve levar um ano para ser completada, Elon a quer pronta em uma semana. Ele não irá hesitar em jogar fora seis meses de trabalho porque o que foi feito não é bonito o bastante”, disse uma vez um funcionário da SpaceX.

    Pooll/Getty Images
  • 5. Susanne Klatten: a perseverante

    Susanne Klatten tem a trajetória marcada pela obstinação. A executiva foi responsável pelo crescimento da antiga companhia do avô, a fabricante de produtos químicos e farmacêutica Altana. Sob o seu comando – quando tinha apenas 19 anos -, o grupo tornou-se uma das maiores empresas da Alemanha e, hoje, tem alcance global. Além disso, a bilionária foi capaz de segurar a BMW durante as últimas crises, incluindo a atual da Covid-19.

    Durante sua vida, a mulher mais rica de seu país de origem, com um patrimônio atual de US$ 29,4 bilhões, ainda foi vítima de um golpe de um amante suíço. Engana-se quem pensa que ela recuou: nem a ameaça de vazamento de vídeos íntimos a impediu de denunciar a extorsão. O caso acabou num escândalo, mas não foi o suficiente para abalar sua autoconfiança.

    picture alliance/Getty Images

1. Jeff Bezos: o metódico

O homem mais rico do mundo segundo a lista da Forbes, dono de um patrimônio de quase US$ 198 bilhões, é conhecido entre os funcionários como um líder metódico e sistemático. Apesar da inegável inovação ao desenvolver uma plataforma de e-commerce sem precedentes, o CEO da Amazon é famoso pelo trabalho duro e persistente. Basta pensar que, ao ser criada, a atual gigante do varejo eletrônico era apenas uma loja online de livros.

Bezos já chegou a defender publicamente a ideia de que algumas decisões do mercado devem ser tomadas “de forma metódica, cuidadosa e lenta, com grande deliberação e consulta”, já que muitas vezes são irreversíveis.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).