Ser multitarefa está arruinando sua produtividade

Dividir seu tempo em múltiplas funções pode causar mais estresse e reduzir a capacidade de produção.

Dr. Ruth Gotian
Compartilhe esta publicação:
Klaus Vedfelt/ Getty Images
Klaus Vedfelt/ Getty Images

Apesar das vantagens, ser muitas vezes ser multitarefa pode trazer mais ponto negativos do que positivos

Acessibilidade


Você conhece alguém que mantém dez abas abertas no seu navegador? Talvez esse colega tenha uma dúzia de projetos iniciados, mas nenhum concluído. Muita gente, ao fazer isso, acredita genuinamente que, ao ser multitarefas, está produzindo mais. Na realidade, essa série de tarefas paralelas acaba por inibir a produtividade e a criatividade – e causar um constante estado de estresse.

Não estou sugerindo que você nunca faça isso. Alguns projetos se beneficiariam de uma abordagem assim. Certas tarefas podem funcionar em paralelo, como aguardar um e-mail e iniciar uma apresentação de slides ou enviar uma proposta e iniciar um novo projeto enquanto aguarda uma resposta. Mas trabalhar em vários projetos simultaneamente é um problema, especialmente quando não relacionados.

De acordo com Lisa Nirell, autora do livro The Mindful Marketer, alguns exemplos comuns de multitarefa ruim incluem:

  • Mensagens de texto durante as reuniões;
  • Mensagens de texto enquanto dirige;
  • Navegar na Web enquanto estiver no telefone;
  • Um grande número de abas abertas na tela;
  • Olhando para o seu telefone enquanto estiver em atividades sociais.

O livro de apresenta diversas pesquisas ressaltando as consequências da multitarefa, incluindo:

  • Perda econômica significativa;
  • Em última análise, você fica mais lento;
  • Reduz sua capacidade de processar e reter as informações;
  • Sacrifica a satisfação pela velocidade.

SAIBA MAIS: 8 dicas para gerenciar seu tempo e impulsionar sua carreira

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Ao trabalhar em várias tarefas simultaneamente, você pode não estar ciente de que está modificando sua cadência de trabalho, estratégias e estados mentais, enquanto pensa. Essa divergência de foco causa maior estresse, frustração, carga de trabalho, esforço e pressão.

O fluxo constante de interrupções faz com que você gaste mais tempo por tarefa. Isso fará com que você enfrente uma maior pressão de tempo por cada uma delas. Você não está fazendo mais como você pode estar dizendo a si mesmo. “A multitarefa faz com que você se concentre em resolver os problemas de hoje”, escreve Nirell. “Não se concentre nas inovações de amanhã”.

Nirell oferece várias dicas para reduzir sua multitarefa e, finalmente, se tornar mais eficaz:

1. Agende reuniões mais curtas

Quem disse que as reuniões precisam ter 30 ou 60 minutos? Em vez disso, faça reunião de 20 ou 45 minutos.

2. Olhe as pessoas nos olhos

Ao falar com alguém, olhe-o nos olhos e evite se distrair com o seu celular.

3. Feche sua porta

Se você precisa se concentrar, feche a porta. Melhor ainda, coloque uma placa na sua porta, para que as pessoas tenham uma dica visual para não perturbá-lo.

4. Tempo sem dispositivos

Crie um período de tempo durante o dia em que você promete não olhar para o telefone.

Todos nós temos cada vez mais coisas para fazer e menos tempo para lidar com nossa crescente lista de tarefas. No entanto, você pode otimizar seus esforços entendendo como maximizar o foco e o esforço, encontrando um estado de concentração profunda e entrando em um estado de fluxo. Esse estado indescritível é quando o tempo parece ter parado e você está no pico de produtividade.

 

Compartilhe esta publicação: